Siga nossas redes:
Browsing Tag:

Nana Pauvolih

Resenha – De volta ao prazer

Publicado em 5 de junho de 2017
- E-book, Independente, Kindle Unlimited, Resenhas, Romance Erótico

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA quem curte a escrita da autora Nana Pauvolih ou gostaria de conhecer seu trabalho, para quem gosta de romance erótico e com protagonista madura (longe das mocinhas virginais tão comuns no gênero). Para ler naqueles momentos em que buscamos uma história longa, bem apimentada e que foge dos padrões.

 

Olá pessoal! Como foi o final de semana de vocês? A resenha de hoje é de um livro que não consegui desgrudar até terminar. Posso dizer que Nana é dona de uma escrita única, sabe cativar as suas leitoras e fazer com que você se identifique com os personagens em algum momento, estabelecendo um laço entre você e história.

Continue Lendo

Evento – Bate papo e Tarde de autógrafos com Nana Pauvolih

No último sábado aconteceu em Campinas um bate papo super bacana com a autora Nana Pauvolih. Responsável por movimentar o mercado nacional de literatura erótica, a autora lança pela Essência, selo da Editora Planeta, seu livro Pecadora; uma história polêmica que vem mexendo com a cabeça – e coração – das leitoras. Em um encontro que reuniu basicamente mulheres, o que reforça a ideia de que seus livros agradam por demais as leitoras, Nana Pauvolih falou sobre seu mais recente livro: como aconteceu o processo de escrita, as pesquisas necessárias para falar com tanta propriedade sobre um tema delicado e como conseguiu fazer isso com sensibilidade e assertividade, falou também sobre as possibilidades de escrever um pouco mais sobre personagens que ganharam o coração dos fãs desta história. Além disso, livros mais antigos e próximos lançamentos também tiveram seu momento. As fãs apaixonadas falaram sobre os personagens como se fossem amigos íntimos e queridos, e talvez o sejam mesmo.

Simpática, acolhedora e muito articulada, a autora conversou com leitoras antigas e novas com o mesmo carinho, sem distinções. Pecadora foi meu primeiro contato com sua escrita e juntando a surpresa positiva que essa leitura foi, ao fato de ter me encantado com o carisma e gentileza da Nana, minha vontade de conhecer seus outros trabalhos só aumentou. Se seus outros livros conseguirem me prender e emocionar como Pecadora fez, me tornarei Nanete de carteirinha.

E vocês, gostam de romance erótico? Já conhecem o trabalho da Nana Pauvolih ou têm curiosidade para ler algum de seus livros ou contos? Como disse, Pecadora me surpreendeu, e por isso não vejo a hora de trazer a resenha desta leitura aqui para o blog.

Outras fotos do evento: 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resenha- Redenção Pelo Amor

Publicado em 26 de outubro de 2016
- Fábrica 231, Nacional, Resenhas, Romance Erótico

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA quem aprecia literatura hot, mas que espera que a história seja muito mais do que cenas de sexo. Ideal para ler em momentos que buscamos uma narrativa sensual e envolvente, que mistura drama e suspense na história e prende o leitor do início ao fim. Importante que já tenha lido as histórias anteriores, pois mesmo que se trate de um casal diferente, personagens das outras obras desta trilogia aparecem com frequência aqui e desempenham papeis fundamentais no desenrolar da trama.

 

Fazia um tempo que não lia um romance, e quando a pessoa termina de ler um como Redenção pelo Amor, a sensação é boa demais! Comecei a ler a trilogia Redenção da Nana Pouvolih há um ano atrás. Amei A Redenção de um Cafajeste, me senti em uma montanha russa de emoções com ele, gostei de Redenção e Submissão, não aflorou tantas emoções quanto o primeiro, mas ainda assim gostei bastante.  Já Redenção pelo Amor, superou o dois!!

Fiquei revoltada comigo mesma por ter demorado tanto em lê-lo. A história de Cecilia e Antônio é linda, linda! Um romance que vence as barreiras que são colocadas pela distância do tempo separados, que me tirou o fôlego mais de uma vez, me deixou arrepiada, me fez suspirar e dar risadas.

Nunca mais vou me sentir sem você, Cecília. Está tão impregnada em mim, tão fundo que não sei mais quem sou sem você.

Antônio sempre teve toda sua vida planejada, sempre gostou muito de seus planos para o futuro. Tem uma namorada perfeita para a sociedade, é esperto, é bonito, é rico. Não queria ou precisava de mais nada na vida. Até que ele conhece Cecília. Sua Cecília.

Cecília tem 20 anos, vive a vida plenamente, é uma mulher alegre, simples, bonita. Com origem humilde só espera seguir seu caminho e aproveitar todas as oportunidades que a faculdade no Rio de Janeiro tem a oferecer. Mais jovem sofreu com um mau relacionamento, e isso a fez ser mais precavida em relação aos homens.

Hum… quem nunca escutou essa premissa antes, certo? Muito parecida com dezenas de outros livros. Mas em Redenção pelo Amor, uma coisa difere das demais, a originalidade da autora. A Nana Pouvolih sabe como fazer seu leitor entrar de cabeça nas suas histórias. Se você espera ler um livro parecido com outros romances que tenha essa premissa, está enganado.

Nessa história, a gente também conta com um terceiro POV, o da Ludmila, namorada do Antônio. Amei e odiei ler o ponto de vista dessa personagem. Amei por que achei uma sacada fantástica colocar a visão da víbora, e odiei justamente por isso, Ludmila Venere é uma víbora traiçoeira.

A paixão entre Cecília e Antônio acontece de repente, sem que nenhum dos dois espere. Antônio se vê em uma encruzilhada entre a mulher que ama e tudo que sempre quis para sua vida. Quando finalmente escolhe dar prioridade a seu amor por Cecilia, o destino acontece, e Ludmila também. O romance entre eles então tem um fim abrupto, doloroso e inevitável.

Era louco e ensurdecedor. Era quente e maravilhoso. Era um amor que se completava…

Nove anos depois, Antônio se vê em um casamento de conveniência, com uma mulher mais fria que uma geladeira, e por quem não sente nada. Construiu o império que sempre quis, fez de seu pai um homem orgulhoso, mas nada disso o completa. A única pessoa que o deixa feliz é o seu filho, Tony.

Até que sem querer, como a vida gosta de nos surpreender, ele reencontra a Cecília. Tudo que ele sentia antes volta com força e mais forte que nunca. Na verdade, é como o próprio Antônio deixa claro, ele nunca deixou de ama-la, mas empurrava tanto o sentimento que acabou oco. Para ele era melhor se sentir oco do que se lembrar do que perdeu. Mas agora, depois de 9 anos o destino dá uma chance a eles. Dessa vez, Antônio não deixará Cecília escapar pelos seus dedos. Mesmo ela sendo agora casada como ele, e tendo uma filha.

Permaneceu exatamente assim dentro de mim, e acho que foi isso que me fez passar por esses 9 anos sem saber de nada…  Porque no fundo sempre esteve comigo, mesmo na minha covardia, mesmo quando eu tentava me convencer de que o que fomos havia acabado. Mas nunca acabou.

Pois é gente, esse livro não é para os que esperam emoções fracas, a leitura é angustiante e maravilhosa. A Nana soube conduzir tudo tão bem, sem falar que todos os personagens dela, não apenas desse livro, são super complexos, bem reais, cheios de defeitos e falhas que encontramos em nós mesmos.

Ah, e não posso esquecer de destacar que a autora sabe escrever cenas quentes como ninguém. Geralmente costumo ler os livros dela com o ar condicionado em temperatura Antártida. Para todos os amantes de um bom romance erótico, essa resenha e trilogia é para vocês.


Livro: Redenção Pelo Amor
Autora: Nana Pauvolih
Lançamento: 2016
Editora: Fábrica 231
Páginas: 592
Sinopse: Filho mais velho de uma família abastada e tradicional do Rio de Janeiro, CEO do Grupo CORPÓREA & VENERE que eu tornei um grande império multinacional na área de cosméticos, produtos de higiene e beleza, sou o que se costuma chamar por aí de um verdadeiro CONTROLADOR. Tenho sempre tudo planejado e não desisto do que me proponho a fazer. Peguei uma empresa familiar chamada CORPÓREA, da minha família desde o início do século XX, uni a outra igualmente conhecida, a VENERE, da família da minha esposa Ludmila. E transformei tudo em um grupo internacional, sendo eu o Chefão, o HOMEM por trás de tudo. Tenho milhares de funcionários e nada me afasta do caminho que tracei e que estou cumprindo. Nem um grande amor. O único e inesquecível amor que tive aos vinte e seis anos de idade.
Cecília Blanc. A mulher que deixei, por estar fora do meu controle e dos meus planos. A mulher que nunca esqueci. O sorriso que ficou marcado em minha mente a cada vez que acordei nos anos seguintes. O olhar que procurei na multidão a cada vez que saí. Eu segui em frente e fiz um Império. Eu construí a vida que quis. Mas nunca a esqueci. Nunca. E o destino, esse irônico e velho sabotador, a colocou de volta em meu caminho. Quando tudo parecia perfeito e controlado, eu me vi testado. Eu me vi amando mais do que nunca. E desesperado. O que vale mais? Sua família e suas obrigações? Aquilo que você se propõe a fazer? Ou o amor? Duas forças poderosas me puxando para lados opostos. Uma paixão sem limites. Um sonho inesquecível. Uma mulher que mexe com todas as minhas estruturas. Um escravo do meu próprio controle.