Siga nossas redes:

Resenha – O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares

Publicado em 28 de setembro de 2016
- Sem classificação

Livro: O
Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares |Autor: Ransom
Riggs |Lançamento:
2015 | Editora: Leya | Páginas: 336 |Classificação
do Skoob:
 4,2 |Onde
comprar
Amazon | Walmart

*Livro
do acervo pessoal 

Vamos
aproveitar que esta semana é dia de estreia da adaptação cinematográfica, para
falar sobre O orfanato da Srta. Peregrine? Uma mistura de aventura, fantasia e
mistério, esse livro tem todos os ingredientes para agradar aos fãs destes gêneros que,
misturados na obra, tornam a história espetacular.

Narrado
em primeira pessoa, o livro conta a história de Jacob. Ele, um garoto entediado
e sem amigos, vive com a família na Flórida. Leva uma vida sem graça, que costumava
ganhar tons mais coloridos quando o avô lhe contava histórias peculiares, sobre
pessoas excêntricas e aventuras fantásticas. Acontece que agora, Jacob, com os
seus 16 anos, já não acredita mais nessas histórias. E embora admire e ame
demais esse avô, passou a acreditar que o velhinho era meio louco de pedra.
Afinal, para que ele quer ter acesso ao seu quartinho de armas? Por que será
que ele jura de pés juntos que, aquelas roupas flutuantes em uma foto, na
verdade, estão no corpo de um garoto invisível?
A
dúvida com relação à sanidade do avô perdura até que uma tragédia acontece, e a
partir daí, Jacob põe em xeque até a sua própria saúde mental. Sentindo-se
psicologicamente e emocionalmente abalado, com o incentivo do seu psiquiatra,
Jacob parte em uma viagem para terras distantes, nas quais o avô viveu boa
parte de sua vida e que foram cenários para diversas fotos peculiares. Jacob
parte em busca do Orfanato da Srta. Peregrine, na companhia do pai, utilizando
meios de transporte aéreos, terrestres e marítimos, eles vão rumo a uma pequena
ilha no País de Gales. E quando chegam lá, a aventura começa. Para os
personagens e para o leitor, que não consegue largar o livro.

Conforme
a investigação de Jacob avança, a gente se depara com todos os tipos de
situações: dias macabros repetidos em loop com uma realidade parada no tempo,
crianças com força sobre-humana ou que são capazes de ter sonhos premonitórios,
adultos que se transformam em aves, seres monstruosos que tentáculos que saem
da boca. Pessoas corajosas com o coração do tamanho do mundo, dispostas a lutar
para proteger aqueles que amam. É justamente sobre a necessidade de salvar
pessoas queridas e, talvez, o mundo, que esse livro fala.

“Tudo
por causa de uma ferida de 70 anos que, de alguma forma, tinha sido transmitida
para mim como uma herança venenosa, e de monstros que eu não podia enfrentar
porque já estavam todos mortos, impossíveis de matar ou castigar – estavam além
de qualquer tipo de ajustes de conta”.

O
autor criou um mundo fantástico, onde vários universos ou realidades paralelas
se cruzam. Ele criou personagens únicos, e instiga ainda mais a imaginação do
leitor quando, além de descrever as cenas, lugares e pessoas, ele coloca fotos
macabras representando aquilo que disse. Esse, para mim, é um grande
diferencial deste livro. Ele possibilita ao leitor entrar em contato com todo o
universo criado, seja utilizando como porta as palavras ou as imagens. Essa é
uma história que entretém, que angustia e inquieta. Seja por tudo que acontece
no decorrer das páginas, seja pelas pontas soltas que permanecem mesmo após o
término do livro. Aliás, o livro não tem um final. Mas isso é bom, pois o
próximo vai começar justamente a partir daí.

“Eu
tinha acabado de aceitar que minha vida seria apenas comum quando coisas
extraordinárias começaram a acontecer comigo. A primeira delas foi um choque
terrível e, assim como qualquer coisa que muda você para sempre, dividiu minha
vida em duas partes. Antes e depois”.

A
edição, de 2015 da editora Leya, é Ok. O livro é pequeno, em brochura, e
apresenta as fotos macabras coletadas pelo autor. O que me desagradou foi a
diagramação, com letras miúdas e espaçamento bem fechado, o que dificultou um
pouco a leitura. Embora eu tenha considerado isso um problema, não me
desanimei, pois existem outras edições disponíveis para este livro. Tem HQ (em
inglês), tem com a capa do filme, e em breve em capa dura. Ou seja, tem para
todos os gostos. Quem curte esse tipo de história, não pode deixar esse livro
passar batido. E se você ainda tem dúvidas sobre mergulhar ou não nessa
aventura, vou deixar aqui o link para o trailer do filme (que desde o começo já
mostra diferenças gritantes da história contada por Ransom Riggs).

“Agarramo-nos
a nossos contos de fadas até que o preço por acreditar neles se torna alto
demais”.

 

Sinopse: Milhões de cópias vendidas em todo o mundo! Traduzido para mais de 40
idiomas! Eleito uma das 100 obras mais importantes da literatura jovem
de todos os tempos Tudo está à espera para ser descoberto em “O orfanato
da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares”, um romance que tenta
misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia
familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma
ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do
Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob
explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças
do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem
ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de
algum modo – por mais impossível que possa parecer – ainda podem estar
vivas.

 

Você também poderá gostar de

20 Comentários

  • Karine Fernandes

    Confesso que não me atrai por esse livro, quem leu ele no meu blog foi a minha colaboradora, ela amou, eu fui assistir o filme e… odiei, sério, fiquei entediada, mas gostei da sua resenha, e principalmente que você ressaltou os pontos negativos da história, parabéns.

    Beijos

    30 de setembro de 2016 às 03:09 Responder
    • Krisna Carvalho

      Karine, tudo bem?

      Confesso que, embora tenha gostado do livro, estou com o pé meio atrás com relação ao filme… No trailer já é possível ver grandes diferenças, ou seja, tenho medo de perder a essência, sabe?

      Obrigada pela visita!

      beijo

      3 de outubro de 2016 às 21:17 Responder
  • Carla

    Oie!
    Acredita que eu não procurei esse livro,pois achei que seria algo de terror depois de ver a capa. mas já vi que me enganei e agora preciso conferir essa história, pois fiquei bem curiosa.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    1 de outubro de 2016 às 15:14 Responder
  • Larissa Oliveira

    Oi!
    Ultimamente essa trilogia teve um boom gigantesco mas mesmo com essas edições lindas que estão sendo lançadas pela Intrínseca não consegui sentir nenhum interesse pela trama. Estou pensando em assistir a adaptação para ver se algum ponto da história me atrai o suficiente pra dar uma chance ao livro.
    Sua resenha ficou muito bem escrita e explicativa, parabéns!
    Beijos!

    1 de outubro de 2016 às 17:56 Responder
  • Tamara Padilha

    Oie que bom que você gostou do livro e que ele deixou curiosidade para o próximo. Ainda não li mas parece uma trama cheia de aventuras, mas tenho medo de não gostar, porém pretendo dar uma chance.

    2 de outubro de 2016 às 13:02 Responder
    • Krisna Carvalho

      Olá, Tamara!

      Você pode gostar do livro caso curta fantasia, mistério, aventura… Ele mistura um pouco desses gêneros e embora tenha aquelas fotos macabras, não tem nada de aterrorizante 😉

      Beijo

      4 de outubro de 2016 às 01:01 Responder
  • Catharina M.

    Oie
    parece ser uma leitura muito legal, eu estou bem ansiosa para o filme pois gosto desse gênero e ouvi falar muito bem da história do livro, muito boa sua resenha e sua dica

    Beijos
    https://www.facebook.com/DianaAssuncaoED/videos/1417208881629153/

    2 de outubro de 2016 às 22:52 Responder
    • Krisna Carvalho

      Olá, Catharina! também estou doida para ver o filme rs

      E gostei do texto desse link, bem explicativo 😉

      Beijo

      4 de outubro de 2016 às 01:03 Responder
  • Thayenne Carter

    Olá,

    Estou bem curiosa sobre esse livro, pois os comentários sobre estão muito positivos. Assim que esse livro foi lançado, eu pensava que era um livro de terror, mas graças ao hype dele, vi que não era. Já adicionei a wishlist, agora só preciso de money e tempo hahaha.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    2 de outubro de 2016 às 23:06 Responder
    • Krisna Carvalho

      Thayenne, acredita que hoje o vi por 13,00 na Amazon? Achei bem bacana…Acho que a tendência é essa versão da Leya baixa ainda mais, já que este ano a Intrínseca vai lançar esse livro em capa dura (edições maravilhosas dessa série, tô amando)

      4 de outubro de 2016 às 01:05 Responder
  • Daniele Vieira

    Olá
    Estou bem curiosa com esse livro, mas estou esperando para ver o filme primeiro, porque percebi que sempre que leio o livro antes, acabo achando o filme uma bela !@#%*&
    Mas estou louca, principalmente com as edições da Intrínseca, que estão de babar.

    2 de outubro de 2016 às 23:51 Responder
    • Krisna Carvalho

      Dani, elas estão mesmo! E sabe que às vezes eu tenho essa sensação tbm? Logo pelo trailer eu já fiquei meio assim, porque inúmeras diferenças podem ser observadas… Mas, vamos lá ver no que é que dá 😉

      4 de outubro de 2016 às 01:06 Responder
  • Joanice Oliveira

    Oi linda,

    Eu comprei os livros, porém o TCC não deixa eu ler meus filhotes.
    Já falaram para mim que o filme é beeem diferente dos livros, então fico tranquila em assistir o filme sem a influência da obra original que conheço apenas algumas partes.

    Em dezembro espero ler os três que acho as edições lindas…mesmo achando as letras da edição da Leya muito pequenas.

    Beijos!

    3 de outubro de 2016 às 15:13 Responder
  • Raíssa - Livros Românticos

    Pense em um livro que eu ache bizarro… é esse com certeza!
    Essa fotos antigas em preto e branco e todo o universo criado… nossa é de me dar arrepios. Eu curto muito leituras desse tipo, mas tem algo nesse livro que me incomoda, não sei o que é. Vou dar uma conferida no cinema, antes de comprar o livro… pq quando fico cismada assim é tenso me convencer do contrario… rs… Que bom que vc adorou… eu ainda tenho meu pé atrás.

    Raíssa Nantes

    3 de outubro de 2016 às 15:34 Responder
  • Gabriela Cerqueira

    Olá, adorei sua resenha, esse é foi uma das minhas melhores leituras dessee ano, estou completamente apaixonada pelo mundo dos peculiares e agora que lançou o filme ? estou louquinha de pedra, não vejo a hora de ler o resto da trilogia pois estou apaixonada demais <3

    4 de outubro de 2016 às 14:32 Responder
  • Suzzy Chiu

    Hello! Tudo bem?
    Sou doida pra ler essa trilodia e esse livro O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares é um dos que mais quero ler esse ano.
    Acho que vou ver o filme antes, acho que vou amar demais, por causa dos efeitos.
    Ai que post lindo, me animou a ler logo e achei as capas lindas, quero todos os livros.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    4 de outubro de 2016 às 16:13 Responder
  • Amanda Chieregatti

    Oi, Krisna, tudo bem?
    Faz taaaaanto tempo que quero ler esse livro!
    Comprei os dois primeiros volumes há pouco tempo, mas ainda não consequi encaixar nas minhas leituras, já queando lendo tão pouco.
    Uma pena as edições serem diferentes, né?! se todos fosse publicados pela Intrínseca seriam tão melhor. As edições em capa dura estão um show!
    Espero ler em breve, só não sei se consigo ler antes de assistir ao filme rs.

    Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    4 de outubro de 2016 às 16:14 Responder
  • Catrine Vieira

    Oi!
    Finalizei essa leitura ontem, confesso que não foi tãaao espetacular omo imaginei. talvez pelas expectativas enormes. Ainda assim foi uma boa leitura, me deixou bem inquieta. KKKK E aquelas fotos, mds.

    4 de outubro de 2016 às 23:20 Responder
  • Kim Santiago

    Eu vou fazer diferente dessa vez. Eu tenho esse livro, mas só vou ler depois de ver o filme. kkkkkk. Pq ai se tiver uma impressão ruim do filme, eu vou lá e termino de boa com o livro!
    Adorei a sua resenha! Resenha sem spoilers é vida! *-*

    http://papierllon.blogspot.com/

    5 de outubro de 2016 às 01:59 Responder
  • Unknown

    Boa noite,

    Tirem uma dúvida, o conteúdo muda de um livro para o outro pela capa?
    Por exemplo, existe essa capa e a capa do filme, o conteúdo muda?

    6 de janeiro de 2017 às 00:41 Responder
  • Deixe uma resposta