Siga nossas redes:

Resenha – O garoto que abandonei

Publicado em 22 de maio de 2017
- Amazon, Editoras, Independente, Kindle Unlimited, Resenhas, Romance

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA quem já acompanha a trilogia Encantados pois as histórias estão interligadas. Vale a pena ler naqueles momentos em que buscamos um romance com um toque de drama e quando não nos importamos que a leitura seja feita usando um e-reader, já que este livro só existe em e-book no momento.



Oi, gente! Como vocês estão? Espero que tenham tido um ótimo final de semana! Hoje a resenha é sobre o último livro da Trilogia Encantados – O garoto que eu abandonei. Devorei o livro, não conseguia parar de ler, em menos de 12 horas já tinha acabado e posso dizer que cada minutinho valeu a pena!

 
O garoto que eu abandonei, escrito por Raiza Varella, veio para fechar a série de uma maneira única, recheado de fortes emoções e fazendo com que o leitor entre nesse mundo mágico dos encantados, sofrendo, rindo, morrendo de aflição em alguns momentos.  Raiza sabe como envolver os seus leitores trazendo acontecimentos do nosso dia a dia, ela sabe retratar com sucesso sentimentos que muitas vezes todos passamos de maneira intensa e única em momentos tão cotidianos!
Gustavo, o irmão de Bárbara a protagonista do o Garoto dos Olhos Azuis, é o homem dos sonhos de toda mulher: bem sucedido, focado, honesto, de família, além de ter beleza exterior. Gus sempre foi aquele que esteve com a irmã, e no decorrer dos acontecimentos dessa série viu todos aqueles que amava viverem suas histórias de amor, até que chega a um determinado em que ele quer ter a sua própria história e é a partir dessa decisão, de ir atrás do amor, que as coisas mudam e se tornam bem agitadas na vida do nosso mocinho.
Mas e quando a mulher que ele pensa amar causou muito sofrimento à sua irmã no passado? Gustavo se vê dividido entre esse amor que imagina ser tudo o que ele pensa que sempre desejou e sua irmã, aquela a quem ele ama de maneira incondicional e a quem sempre destinou os cuidados e amor.  Quando Bárbara descobre o que seu irmão está decidido a fazer, ela decide tomar uma atitude. Ela não deixaria ele estragar a sua vida, nem que para isso tivesse que colocar o próprio casamento em risco. Ver Bárbara desesperada tomando atitudes que posso considerar um pouco insensatas, me fez lembrar o quanto o amor é poderoso.
O quanto estamos dispostos a lutar para defender a felicidade daqueles que amamos, não medimos esforços, e muitas vezes agimos muitas vezes sem pensar, e é isso que Bárbara faz! Acho que por isso que a admiro tanto e cultivo um carinho enorme por essa mulher. É notável a pureza de coração que ela tem, porque quando se é uma pessoa do bem,  queremos que todos aqueles que amamos sejam felizes, estejam bem e acima de tudo sejam cobertos de amor.

Se é para ela ser sua, um dia ela volta, filho. O destino não erra.

Marcela, esse é o nome da mulher que será a solução para o problema que Bárbara tem. Ela é uma mulher do  passado de Gustavo, um que ele insiste em esquecer. Tempos em que ele teve seu coração partido e a ela também… A distância e os anos que passaram sem se ver, camuflaram os sentimentos. Mas e quando há um reencontro? A decisão que os dois tomam é crucial para o desenvolver a história, esquecer o passado ou enfrentá-lo, apesar das dores de mexer em feridas passadas mas que ainda doem, mostram o quanto o amor pode ferir mas como muitas vezes ele pode restaurar.

Ele está em todo canto, dentro da minha cabeça, batendo na porta do meu coração e até marcado na ponta do meu pé, o mesmo pé que usei para chutar a bunda dele.

As cicatrizes de Marcela, são as piores que podemos imaginar. Amores, podemos esquecer, algumas vezes podemos encontrar um amor que nos faça esquecer de alguém do passado. Mas e quando perdemos aquele que amamos? Perdemos nossos pais? Chorei, me emocionei ao ver o quanto essa mulher incrível se sentia sozinha, desamparada. A muralha que ela ergueu ao seu redor para se proteger e blindar-se para as lutas diárias que teria que enfrentar. Marcela não se destaca apenas pela sua força. Mas pela sua beleza, totalmente diferente de todas as outras mocinhas que estamos cansadas de ver, baixinha, com muitas curvas e ruiva! Perdi as contas de quantas vezes quis abraçar e dizer que tudo isso iria passar.
Arnaldinho, vai ser uma pessoa que vai trazer muita luz na vida da nossa Marcela, ele que foi um dos pequenos presentes que a vida trouxe por conta do seu trabalho como detetive particular. Um homem de idade, que ama cores vivas, a sua corrente dourada com um coração no tamanho de um punho fechado sempre no peito e a sua peruca, que me fez gargalhar várias vezes na madrugada. O humor que ele possui e principalmente os cuidados dele com a Marcela, é uma coisa única! Um personagem inesperado, inusitado mas boa pinta!
Por conta do seu trabalho como detetive, Bárbara recorre a Marcela para ajudar ao seu irmão. É quando os dois se reencontram e terão que tomar várias decisões, para que se tenha um final feliz, vale à pena remexer no passado? Poderá Marcela derrubar todas as barreiras existentes? A nossa pequena grande mulher, a Branca de Neve, deixará que o príncipe quebre o vidro para que finalmente possa chegar ao seu coração?
O último livro da série fechou a Trilogia Encantados de uma maneira especial, arrebatadora! Sinto-me feliz por saber que, no fundo e apesar de tudo, todos podem ter um final feliz, apesar de quê para chegar até ele teremos que batalhar um pouco.

Livro: O garoto que eu abandonei Autora: Raiza Varella
Lançamento: 2016
Editora: Independente
Páginas: 450
Sinopse: O que você perdoaria por amor? Em O Garoto que eu Abandonei vamos conhecer a história do último encantado dos irmãos Bittencourt. Gustavo mantinha uma namorada secreta a meses com medo da reação de sua família e principalmente de Bárbara, sua irmã caçula, afinal ele sabia que ela não aceitaria facilmente esse relacionamento por ter um passado com a mulher que ele acredita amar. Quando o segredo vem à tona ele decide se
casar com a moça doa a que doer, lançando ao vento um desafio tentador a Bárbara: Afundar o casamento a qualquer custo, mesmo para que para isso ela precisasse colocar o seu felizes para sempre com um certo garoto
dos olhos azuis em risco! A solução? Recorrer a uma misteriosa mulher do passado do irmão. Ela não sabe nada sobre a moça misteriosa, a não ser que ela partiu o coração de Gustavo em um milhão de pedacinhos depois o
abandonou. Se ele a amou ao ponto de escondê-la de todos será que ficaria balançado se a visse novamente? Bárbara acredita que vale a pena tentar, afinal a ruiva com os olhos cinzentos e infelizes parece ser sua última e única opção. O que ela não imaginava é que a história dos dois é mais profunda do que se deixa transparecer. Marcela é morta
por dentro. Uma detetive particular de humor ácido que não tem papas na língua, pesa mais do que gostaria, e guarda dentro do peito uma dor feroz e uma saudade absurda após perder toda a família em um acidente de carro, também é a Branca de Neve de um certo príncipe encantado. Será que ela será a arma certa para impedir o noivo de chegar ao altar? Em meio a encontros e desencontros, um passado secreto, muitas mentiras e uma maçã envenenada poderá existir um final feliz?

 

Você também poderá gostar de

16 Comentários

  • Lana Silva

    Que estória encantadora, e além do mais fiquei muito feliz em saber que a autora conseguiu fechar com chave de ouro essa trilogia. Até porque e possível notar pela sua resenha que a trama e envolvente, já que você devorou a leitura em 12 horas, outra coisa que me chamou a atenção foi os personagens, principalmente por fugir um pouco da perfeição e se ter criado algo mais real. Estou com altas expectativas em relação a leitura.

    22 de maio de 2017 às 11:29 Responder
    • Isabelle Ribeiro

      Oi Lana! Tudo bem? Eu também fiquei muito feliz ao ver o desfecho que essa série teve! Foi uma alegria imensa em ver os nossos encantados felizes e bem com a pessoa amada. Nós sabemos o quanto isso pode ser difícil hoje em dia não é? Acho que uma das coisas que mais marca na escrita da Raiza é o fato de ela ser uma escritora que traz fatos possíveis de acontecer conosco, fazendo com que a leitora fique envolvida! Não perca tempo e leia! Beijos Lana!!

      22 de maio de 2017 às 19:21 Responder
  • Lili Aragão

    A trilogia parece ser maravilhosa e fico feliz pelo fato do terceiro livro fechar as histórias com chave de ouro. Espero começar a lê-la logo logo e espero que esse livro venha a ser lançado em físico também, pois eu sou dessas que gosta de ter os livros que curte muito a leitura na estante 😉 os protagonistas desse terceiro livro parecem ser ótimos e ainda por cima têm-se a participação ativa da primeira protagonista, o que deve ter sido uma maravilha para os fãs 😀

    22 de maio de 2017 às 12:05 Responder
    • Isabelle Ribeiro

      Lili!! Tudo bem?
      A trilogia é linda! Uma coisa gostosa de se ler e você acaba ficando envolvida pelos personagens. Se a gente já fica louca pelo livro em e-book imagina quando sair o físico? Quero na minha estante já!
      O legal da Raiza é essa ligação que ela faz entre as histórias. Porque quem leu a série, sabe o quanto eles são importantes um na história do outro.
      Beijo!

      22 de maio de 2017 às 19:23 Responder
  • Aichha Carolina Pereira

    Oi Isabelle,
    Ao que parece é uma trilogia cheia de emoção. Não li nenhum livro da Raiza ainda mas achei a premissa muito boa. Pelo visto é o livro que devoramos (afinal 12 horas de leitura são apenas para livros TOP). Ao que parece Marcela é bem sofrida porém de uma força gigante, gosto muito de personagens assim.
    Beijos

    22 de maio de 2017 às 13:44 Responder
    • Isabelle Ribeiro

      Olá, Aichha! 🙂
      Emoção é o principal quando se trata dessa trilogia. Você vai amar! É um romance envolvente que tem muitas aventuras, amor, pureza, perdão. Nós que somos leitoras vorazes, sabemos que uma maratona como essa de 12 horas só são para os livros tops! E é claro que esse da Raiza se encaixa nessa classificação! Leia! Você vai amar!

      22 de maio de 2017 às 19:25 Responder
  • Cristiane Dornelas

    Já conhecia esses outros livros e adorei saber que a coisa só melhora! A autora parece muito boa pra escrever uma história que prende e encanta, com personagens fortes, outros odiosos, mas todos muitos bem feitos e criados de uma forma que a gente pode imaginar eles ali, existindo e tudo mais. Foi uma das coisas que adorei nesses livros.
    E tem tanta coisa acontecendo, tantos dilemas e sofrimentos! Ah, mas deve ser uma leitura que prende mesmo, porque pelo jeito da história a gente deve ficar torcendo pra tudo dar certo. Faz rir e chorar e suspirar, então deve ser muito bom mesmo ^^

    22 de maio de 2017 às 17:34 Responder
    • Isabelle Ribeiro

      Oi Cris! 🙂 Tudo bem?
      A história é arrebatadora, você fica envolvida com a história da Marcela, uma mulher forte, cheia de cicatrizes mas que aprende a ver o lado bom da vida e do amor! Vale a pena ler! Depois me conta o que achou!
      Beijo!

      22 de maio de 2017 às 19:27 Responder
  • Caroline Garcia

    Fico contente em saber que esse livro é daqueles que a gente devora em menos de um dia.
    Pelo que ando vendo a autora conquistou diversos coraçõezinhos <3
    Tenho uma mega curiosidade em ler essa trilogia. Parece ser linda e bem envolvente mesmo.
    E o que falar dessas capas? Puro amor né?
    Minha irmã que já leu os livros, fica me dizendo direto pra ler. Mas como temos somente e-book e eu gosto de ler só físico, estou esperando um dimdim sair pra comprar e aí sim ler (espero que seja em breve haha).
    Sua resenha me deixou ainda mais interessada!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    22 de maio de 2017 às 19:35 Responder
    • Isabelle Ribeiro

      Carol! Tudo bom? Amo seus comentários aqui!
      Então, a série está causando um alvoroço aqui no mundo das leitoras, a Raiza além de ser uma excelente é um amor de pessoa, sempre atenciosa com as admiradoras da escrita dela.
      Assim que sair os físicos, compre! Tenho certeza que você vai amar toda a série!

      23 de maio de 2017 às 11:39 Responder
  • Isabela Carvalho

    Oi Isabelle 😉
    Só li o 1 livro, mas o Gustavo foi um dos personagens que mais me deixou curiosa, então estou doida pra ler o livro!
    Pelo que você descreveu vou adorar a Marcela! Acho que ela vai combinar muito com o Gustavo, e ele merece!
    E que bom que o livro fechou a série com chave de ouro, fiquei mais animada ainda pra ler *-*
    Bjos

    22 de maio de 2017 às 21:06 Responder
    • Isabelle Ribeiro

      Isa!
      Acho que todos os personagens da série cativam a gente! Cada um com qualidades "únicas". A Marcela é única! Tanto pela sua história como pela sua beleza…
      Leia! Você vai amar! :*

      23 de maio de 2017 às 11:55 Responder
  • Herica Lima

    Eu sou super doida para ler algo dessa autora!
    Mas ainda não foi possivel!
    Quero muito começar a ler essa trilogia. As capas são lindas e tenho certeza que a história deles são maravilhosa! Só ouço bons comentários para as obras delas!

    22 de maio de 2017 às 22:57 Responder
  • Leituras da Ketellyn

    Como que eu não conhecia esse livro, e ainda faz parte de uma trilogia que nunca tinha visto. A capa é linda e o enredo chamou a minha atenção, com uma personagem forte e bela, não posso deixar de ler.

    25 de maio de 2017 às 23:34 Responder
  • suzana cariri

    Oi!
    Li o segundo livro dessa serie e estou doida para ler esse livro, parece ser uma historia linda, envolvente, engraçada e estou bem curiosa para ver como ira desenvolver esse romance dos personagens, logo na resenha gostei da Marcela que parece ser uma personagem que passou por muito coisa e da qual ficamos morrendo de vontade de ajudar e torcendo para que tudo de certo, a capa desse livro assim como a da serie está maravilhosa e essa historia esta na minha lista de leitura !!

    31 de maio de 2017 às 14:16 Responder
  • Mariana Paiva

    Ainda não comecei a ler a trilogia. A Raiza vem atraído cada vez mais leitoras, não é?
    Eu lembro que cheguei dar uma olhada no Instagram dela lá no começo, assim que ela publicou o primeiro livro e vejo agora o quanto cresceu. O livro parece ser uma delícia e é ótimo ver o quanto você gostou. Muito bom quando a trilogia/série termina assim. Dá até vontade de ler tudo de novo. E aliás, muito bom ver livros nacionais sendo valorizados.

    1 de junho de 2017 às 01:43 Responder
  • Deixe uma resposta