Siga nossas redes:

Resenha – Meu refúgio

Publicado em 27 de novembro de 2017
- Editoras, Independente, Nacional, New Adult, Resenhas

LIVRO INDICADO ESPECIALMENTE PARA quem gosta de histórias com protagonistas reais e que abordam questões sociais. Ideal para ler naqueles momentos que você precisa voltar a enxergar a beleza das pequenas coisas da vida e valorizar as vitórias do cotidiano. (Obs.: necessário ter lido os livros anteriores.)

Como eu já disse na resenha de Minha rendição, que você pode conferir aqui, sou super fã do trabalho da Cinthia Freire e tive o privilégio de ler Meu refúgio, terceiro livro da série Segredos, antes do lançamento e me apaixonei ainda mais por todos os personagens deste universo, que tem lugar garantido no meu coração. Na resenha de hoje vou tentar contar para vocês todas as emoções que senti enquanto conhecia a história de Alan, o melhor amigo que toda pessoa deveria ter na vida.

Em Meu, segundo spin-off da série, tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre Alan, que agora nos conta toda a sua história. Desde o primeiro livro acompanhamos a linda, verdadeira e sólida amizade de Alan e Gabriel. Chegou a hora de descobrir como ela começou.

Meu refúgio já começa nos emocionando logo no prefácio, que foi escrito pela querida e talentosa Raiza Varella, que conseguiu nos transportar completamente para o universo da série. Nunca havia me emocionado tanto com o prefácio de um livro. Foi muito gostoso sentir a conexão, o carinho e o respeito que existe entre essas duas autoras que admiro tanto.

O livro é dividido em duas partes, na primeira conhecemos Alan ainda criança. Ele vem de uma família muito humilde, sua mãe sustenta sozinha a família depois que seu pai sofreu uma sequência de AVC´s. Ela trabalha como faxineira em um colégio particular e consegue uma bolsa de estudos para Alan. Mas desde o primeiro dia ele enfrenta dificuldades no novo colégio, pois os outros alunos não o aceitam por conta da sua situação financeira. Ele não consegue fazer amigos e acaba se isolando, mas na mesma sala de Alan também estudam Monique e Gabriel.

… começo a me perguntar se minha fez uma boa coisa me tirando da escola onde eu era apenas mais um menino, para me colocar nesta onde serei o garoto diferente: o garoto pobre.

Monique é a filha do meio de uma família rica e parece ser perfeita. Sempre bem vestida, com o cabelo impecável sem nenhum fio sequer fora do lugar, é também muito inteligente, sempre dando as respostas certas para os professores. Alan não suporta essa imagem que ela passa, tão diferente da realidade dele, que se veste com roupas gastas e não tem sequer o que comer nos intervalos das aulas. Gabriel é um garoto muito quieto e que não se esforça para fazer amigos, preferindo ficar isolado.

Apesar de toda a dificuldade financeira que a família de Alan passa eles são muito felizes e unidos. O amor de seus pais e o carinho e cuidado que eles têm com o filho são um grande tesouro num mundo cheio de discórdia e desunião. Tão diferente da vida de Monique que atrás da máscara de perfeição esconde todo o sofrimento que vive em sua própria casa. E de Gabriel, que está convivendo com a doença da mãe, que está a cada dia mais debilitada, ao mesmo tempo que vê o relacionamento com seu pai se deteriorar cada vez mais.

Assim como Alan, eu também me sinto triste, deslocada e estranha na grande maioria do tempo, e assim como ele não estou feliz onde estou.

Os três precisam fazer um trabalho durante uma aula e descobrem que trabalham muito bem juntos. Gabriel é muito inteligente ao contrário da imagem que faz questão de passar. Eles acabam fazendo outros trabalhos juntos no decorrer do ano e cada um contribui com o que faz melhor. No final do ano letivo, os três já se tornaram grandes amigos.

Alan e Gabriel ficam cada vez mais unidos. Gabe mostra um lado que ninguém conhecia ajudando Alan, mesmo contra a vontade dele, seja dividindo o lanche ou comprando um novo agasalho. Durante as férias eles passam muito tempo juntos e infelizmente Gabe sofre o mais doloroso golpe, aquele que vai mudar complemente o modo com que ele encara a vida e transformá-lo para sempre. Mas o que destruiu Gabe também fez crescer ainda mais o laço que unia os três amigos.

Existem episódios que modificam as pessoas de uma forma permanente. Eu já vivi alguns, e já presenciei outros, mas nada se compara ao que aconteceu naquele jardim de cemitério.

Aos poucos a amizade entre Alan e Monique começa a evoluir, mas eles não sabem muito bem como agir em relação a esse novo sentimento. Ele acredita que não é a pessoa ideal para Monique, já que o abismo social que existe entre eles não poderia ser maior. Ela tem medo de estragar a amizade que eles construíram além de temer a reação de sua mãe. Eles tentam, mas não conseguem resistir por muito tempo ao que sentem um pelo outro.

Alan nunca foi apenas um garoto para mim, desde o primeiro dia em que o vi ele sempre foi algo mais, era o mistério, o diferente, o garoto magricelo e quieto que nunca respondia as provocações e que fingia não me ver, mas que notava tido o que eu fazia. E ainda nota.

Mas Monique e Alan não puderam vivenciar esse amor tão forte que sentiam um pelo outro por muito tempo. Eles foram afastados de uma maneira muito cruel e que produziu feridas que tanto Alan e Monique carregariam para a vida toda.

… perdi a fé nas pessoas, não acredito mais em amor, aliás acho que fui um completo idiota ao acreditar que o amor de um menino poderia mudar o mundo.

Alan se formou no colégio e depois na faculdade. Tornou-se uma homem excepcional em todos os sentidos, mas  nunca deixou o que sentia por Monique morrer. Esse sentimento sempre estava presente em sua mente e coração. E tudo isso acabou levando-o a se fechar cada vez mais tornando-se o garoto silencioso que conhecemos nos livros anteriores da série.

Durante esse período de afastamento, Monique também teve que lidar com a dor de viver longe de seu grande amor e se viu diante de difíceis escolhas, que a mantiveram afastada das pessoas que amava. Quando finalmente eles conseguem se reencontrar, anos depois, Monique e Alan precisam lidar com as consequências dessas escolhas em nome do amor que sentem um pelo outro, em uma jornada difícil, mas cheia de aprendizado.

Amo todos os livros da série, mas Meu refúgio ganhou o posto de favorito no meu coração. Esse livro veio em um momento muito especial da minha vida e aprendi muito com a história desse casal. Mais uma vez tive que me segurar para não sair grifando o livro todo. Como vocês puderam perceber pela quantidade de quotes na resenha, acho que não obtive muito êxito nesta tarefa 😉

Ao contrário do que aconteceu nos outros livros da série, Alan foi obrigado a lidar com as consequências dos atos das outras pessoas. Ele nasceu em uma família humilde e sempre precisou lidar com dificuldades financeiras e tudo o que vem com ela. Mas isso o fortaleceu e fez com que ele se tornasse essa pessoal tão especial, dedicado aos estudos, trabalho e à família, é linda a relação que ele tem com ela. Outro fato que me marcou muito foi o amor entre os pais, que mesmo diante de tantos problemas permaneceu forte. Monique e Gabe tinham tudo o que o dinheiro poderia comprar, mas invejam a simplicidade, a união e o amor que sempre existiram na vida de Alan.

Esse livro foi um tapa na minha cara! Ficamos reclamando tanto da nossa vida, encontrando problemas onde eles sequer existem, mas se pararmos para refletir de verdade vamos finalmente perceber como somos sortudos, e quantas coisas boas temos em nossa vida. Sei que essa questão de reclamar e sempre achar que “a grama do vizinho mais verde que a nossa” é praticamente inerente ao ser humano, mas também sei que podemos trabalhar para diminuir a frequência e intensidade dele em nossas vidas.

Meu refúgio fala, na minha opinião, principalmente sobre o poder que as escolhas têm em nossa vida. Por mais que levemos em consideração todos os prós e contras antes de tomarmos alguma decisão, nunca conseguiremos mensurar todos os efeitos que elas poderão produzir. E é isso que acontece com Monique, que toma algumas decisões acreditando ser o melhor mas que acabam causando muito sofrimento.

Monique que parecia ser tão frágil quando adolescente se mostrou uma mulher muito forte e que faz o acredita ser melhor para as pessoas que ama. Alan, esse garoto tão especial, depois de tantas dificuldades na vida se tornou um homem do qual todos se orgulham. Dedicado ao trabalho e sempre disposto a ajudas os amigos e os pais. Foi tão gostoso acompanhar a história da amizade de Alan e Gabe. Amizade essa que parecia ser improvável de acontecer diante das tantas diferenças que existiam entre eles. Mas essas diferenças é que acabaram aproximando os dois, cada um oferecia o que outro não tinha, eles se completavam.

Tomaz, o protagonista de Minha cura próximo livro da série, tem papel importantíssimo na história desse casal tão especial e já nos deixou ainda mais curiosos para saber mais sobre esse músico que arrasa corações por onde passa. No final do livro está o prólogo doa próxima obra, mas confesso que preferi não ler para não ficar ainda mais ansiosa e conseguir esperar por esse lançamento.

Não poderia deixar de falar de outro personagem muito importante nessa história, Alfredo, o irmão mais velho de Monique. Assim como nossa bailarina ele sofre muito com o modo como era tratado dentro de sua própria casa. Ele estava sempre disposto a ajudar a irmã e a relação entre eles é muito linda. Alfredo era o porto seguro de Monique dentro de seu lar completamente disfuncional.

Antes de terminar gostaria de pedir que vocês não deixassem de ler a nota da autora no final do livro. Como sempre,  a Cinthia abordou temas muito atuais e que precisam ser debatidos, e na nota ela fala um pouco mais sobre um dos temas trabalhados no livro. Essa nota é mais uma prova do cuidado que ela sempre tem quando escreve suas histórias.

Espero que assim como eu vocês também aprendam muito com a história de amor desse casal tão especial e com a amizade tão forte destes dois meninos tão quebrados.  Fico aguardando os comentários de vocês.

Beijos!


Título: Meu refúgio – Série Segredos Livro 3
Autora: Cinthia Freire
Lançamento: 2017
Editora: Independente
Páginas: 450
Sinopse: Segredos são como fantasmas, nos assombrando e nos fazendo crer que são reais. Todos temos segredos. Alan sempre se esforçou para ser um bom filho, o aluno excelente, o funcionário dedicado e o melhor amigo que alguém pode querer. A fachada perfeita para esconder seus segredos, fazendo parecer que tudo estava bem, mesmo que por baixo disso, se esconda um garoto machucado, perdido e silencioso que há tempos deixou de acreditar em promessas. Monique sempre teve duas certezas em sua vida: seria uma renomada bailarina e seu coração pertenceria a um único garoto, Alan.  Apaixonada e sonhadora, Monique acreditou que nada poderia separa-la de Alan, mas o destino colocou a jovem bailarina diante de escolhas que a afastaram de tudo o que ela acreditou ser certo, de forma cruel e abrupta.  Um rapaz julgado por ser diferente, uma garota condenada a pagar por se apaixonar pela pessoa errada. Um segredo capaz de mudar o futuro e de mostrar ao mundo que nada pode destruir um verdadeiro amor. Uma história sobre como o amor verdadeiro pode ser forte, corajoso e capaz de suportar os caminhos mais obscuros em busca do seu refúgio.

Você também poderá gostar de

15 Comentários

  • Renata Homrich

    Amei a resenha Thaís!
    Eu comecei a chorar no prefácio.
    Esse livro é lindo de tantas formas que é difícil explicar.
    Bj

    27 de novembro de 2017 às 12:14 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Rê!

      Realmente esse livro nos emociona desde o prefácio e foi difícil colocar em palavras tudo o que senti durante a leitura. Fico muito feliz que você gostou da resenha.

      Beijos,

      29 de novembro de 2017 às 08:24 Responder
  • Ludyanne Carvalho

    AAAAAAAAH… Que resenha maravilhosa, Thais.
    Já amei Alan quando li Meu erro, e sinto que vou amar mais ainda.
    E vai ser lindo ver o início dessa amizade incrível que há entre ele e Gabe.
    A Cinthia tem uma escrita impecável, amo demais. E estou mais ansiosa para ler a história desse Magrelo.
    Pelo visto terei fortes emoções pela frente.
    Eu amei quando vi que a série continua.
    Estou tão empolgada para essa leitura, que só penso em comentar: AAAAAAH! AAAAAAAAH!
    Resenha lindíssima.
    #VemMagrelo

    Beijos

    27 de novembro de 2017 às 12:17 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Ludy!

      Fiquei muito emocionada com seu comentário! Realmente foi lindo e emocionante acompanhar a jornada de Alan, Monique e Gabriel. Depois me conta se esse não se tornou seu livro favorito da série.

      Beijos.

      29 de novembro de 2017 às 08:03 Responder
  • Pamela Liu

    Oi Thais.
    Preciso muito ler os livros anteriores!
    Parece que nesse livro tem mensagens lindas para passar aos leitores. Adoro livros assim. Que nos faz refletir sobre o que é importante.
    Quero muito conhecer mais sobre Alan e Monique!
    Bjs

    27 de novembro de 2017 às 17:00 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Pamela!

      Todos os livros da Cinthia tratam de temas importantes e que devem ser debatidos. Sempre reflito muito durante e depois da leitura. Leia essa série e se apaixone também por esses personagens tão especiais.

      Beijos.

      29 de novembro de 2017 às 08:04 Responder
  • Lili Aragão

    Oi Thaís, mais uma resenha da Cinthia e mais uma vez fico animada pra ler a série, acho que só falta comprar e começar. Esse terceiro livro parece ser emocionante e apesar do tema parecer clichê, rapaz pobre e moça rica, a escrita da autora parece ser o diferencial para encantar os leitores e saber que a Raiza faz uma “participação especial” ao escrever o prefácio me anima mais, tive e oportunidade de ler um livro dela recentemente, já encomendei outro e também achei ela bem talentosa na escrita 😉

    27 de novembro de 2017 às 17:52 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Lili!

      Sempre indico a Raiza e Cinthia quando me perguntam de autoras nacionais. Elas estão na minha lista de autoras preferidas da vida. A série Segredos tem lugar garantido no meu coração e Meu refúgio conquistou o posto de livro favorito. Se você lê em e-book pode aproveitar que os livros da série estão em promoção na Amazon em comemoração ao lançamento do último livro. Mas se você prefere ler formato físico pode comprar os livros direto com a Cinthia (aí tem o bônus de recebê-los autografados). Independente do formato super indico que você leia essa série. Você também vai se apaixonar.

      Beijos.

      29 de novembro de 2017 às 08:11 Responder
  • Naiara Fidelis da Silva

    Lendo o enredo me pareceu ser um livro repletos de clichês, não gosto muito de livros neste estilo apesar de ser um livro bom.

    Fiquei curiosa para conhecer mais sobre a vida do Allan, mas ao mesmo tempo o enredo em si não me chamou a atenção.

    28 de novembro de 2017 às 05:46 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Naiara!

      Posso te dizer por experiência própria que devemos dar chance para leituras que divergem do nosso estilo preferido, é sempre bom sair da nossa zona de conforto. Muitas vezes acreditamos que não vamos gostar por “n” motivos e depois que começamos ficamos completamente presos na leitura. Mas realmente leitura é algo muito pessoal e nem sempre o que funciona para uma pessoa vale para a outra. Alan é um garoto muito especial e fiquei completamente encantada com a história de vida dele. Se decidir dar uma chance para a série não deixe de me dizer o que achou.

      Beijos.

      29 de novembro de 2017 às 08:17 Responder
  • Marlene Conceição

    Oi Thaís.
    Confesso que já estou ficando um tanto que confusa com tantos personagens.
    Mas enfim, eu adorei a premissa desse livro e já estou triste por eles, principalmente pela separação que está por vir, por outro lado quero muito saber como eles irão superar o passado e como as escolhas afetaram suas vidas, depois , irei dar uma pesquisada nos livros com mais calma e quem sabe já comprar essas belezuras, enfim, adorei.
    Bjs.

    28 de novembro de 2017 às 16:11 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Marlene!

      Cada livro da série foca na história de um casal diferente, mas todos os personagens aparecem em todos os livros. Durante a leitura não fica confuso posso te garantir. Não deixe de ler assim que tiver oportunidade, você vai se apaixonar por essa série.

      Beijos.

      29 de novembro de 2017 às 08:20 Responder
  • Alison de Jesus

    Olá, pela resenha vejo que esse volume, assim como os outros da série, aborda assuntos complexos mas com uma sutileza extremamente agradável, pois corrobora para as reflexões ao longo da leitura. Realmente não tem como não pichar o livro todo se todos os quotes forem no nível dos expostos acima haha. Beijos.

    30 de novembro de 2017 às 15:30 Responder
  • Isabela Carvalho

    Oi Thaís 😉
    Admiro muito o trabalho da Raiza Varella, e sempre quis ler algo da Cinthia, então já sei que vou adorar Meu Refúgio!
    Adoro série que o autor aborda não só a história dos protagonistas, mas também a de seus amigos/familiares, ai a cada livro nosso amor só cresce pelos personagens S2
    Tenho que ler a série Segredos “pra ontem”, já estou vendo o preço do ebook aqui,e vou ver se leio no meu kindle ainda esse ano 😉
    Bjos

    30 de novembro de 2017 às 20:31 Responder
  • Carolina Venceslau

    Hahahahaha tive uma crise de riso quando eu vi que já conheci autora e que eu já li e sou apaixonado por alguns livros dela Infelizmente eu ainda não li esse livro mas vi que essa é a segunda parte foi procurar a sinopse do primeiro livro e fiquei Encantada já está na minha lista de próximas leituras

    30 de novembro de 2017 às 22:00 Responder
  • Deixe uma resposta