Siga nossas redes:

Resenha – It Ends With Us

Publicado em 28 de outubro de 2016
- Atria Books, Em Inglês, Para ficar de olho, Resenhas, Romance

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA quem aprecia histórias reais, daquelas que a gente é capaz de reconhecer características porque aconteceu de maneira semelhante com algum conhecido, com alguém da família, com a gente. Ideal para quem gosta de narrativas que exploram os personagens com toda a carga emocional que eles são capazes de mostrar, com seu lado feio e obscuro; com sua parte pura e bela. Ideal para ler quando buscamos algo que fale de maneira muito direta e sem enfeites sobre questões que precisam ser conversadas, discutidas, resolvidas. Mesmo que doa.

Quem me conhece sabe o quanto gosto da escrita da Colleen Hoover. Quem lê minhas resenhas percebe que não sou fã de falar sobre a história do livro, e sim sobre o que a leitura despertou em mim. Desta vez, não sei como vou ser capaz de fazer isso, escrever sobre esta obra sem dar detalhes que possam estragar a surpresa que a autora preparou para o leitor.

Não existe essa coisa de pessoas ruins. Nós todos somos apenas pessoas que às vezes fazem coisas ruins.

 It Ends With Us foi o último livro publicado por ela lá fora, e infelizmente ainda não temos previsão dele sendo lançado em português por aqui. O que acho uma pena, porque é (pra mim) o melhor livro já escrito pela CoHo, e uma leitura obrigatória para quem é fã da autora ou do estilo.

A obra conta a história de Lilly, uma garota que vive em uma lar problemático e disfuncional.  Problemas pesados, do tipo que deixa marcas para a vida.  Em determinado momento ela conhece Atlas, que viveu uma situação semelhante à dela e que agora precisa ser capaz de sobreviver, um dia após o outro, num mundo onde não pode contar com ninguém. Até que Lilly passa a fazer parte de sua vida.  Então nasce uma amizade, advinda dos sentimentos mais puros e primitivos. Nasce um amor, moldado pelas ações e pela parceria, e resistindo as intempéries da vida. É um sentimento profundo, verdadeiro. Os dois se amam, mas daí a vida acontece e seus caminhos se separam por um tempo. Um longo, longo tempo.

Anos depois, vivendo sozinha em Boston, Lilly conhece outro rapaz. Um homem, na verdade. Ryle é um neurocirurgião charmoso, avesso a relacionamentos porque está focado na sua carreira, mas se apaixona tão perdidamente por ela que abre uma exceção. Eles ficam juntos, formando um ótimo casal: ambos batalhando para ter sucesso em seus trabalhos, ambos apaixonados, divertidos, amorosos, eles se apoiam e se amam incondicionalmente…  Até que a vida acontece. De novo.

Vou confessar, é difícil escrever sobre este livro. Essa história tão crua, tão real, tão atual, é do tipo que abala as estruturas até dos corações mais duros e insensíveis. A autora nos apresenta três protagonistas, intercalando a escrita entre os acontecimentos do momento atual e a leitura de diários escritos anos atrás. Ela vai costurando as histórias de modo que, quando passado e presente se encontram, a gente sente o coração parar de bater. E em determinados momentos, a gente não acredita no que lê. A gente para, volta o paragrafo, lê de novo, porque não compreende se de fato aquilo está ali ou se é fruto da nossa imaginação.

Colleen Hoover nos faz escolher lados, tomar partido. Ela construiu personagens que nos envolvem e nos cativam de tal maneira que a sensação é despencar de um penhasco quando determinadas coisas acontecem. A gente se apega a eles, depois a gente os odeia. A gente torce por eles, e depois quer matar um a um. A gente julga, aponta o dedo, tenta se colocar no lugar dos personagens e pensa “se fosse comigo, faria diferente”. Mas a sacada do livro, a grande questão é justamente essa: quando acontece na vida real o que a autora narra nas páginas, a gente nem sempre é capaz de lidar da maneira mais adequada. Às vezes a pessoa se entrega. Em outras vezes acha que é merecedora de tudo. Em alguns momentos, se fortalece suficiente para interromper um ciclo… Tudo depende. E eu espero nunca precisar saber de que forma eu lidaria com algo desse tipo.

Verdades nuas nem sempre são bonitas.

Esse livro é um tapa na cara. Essa história é um soco no estômago. É um livro que fala sobre todas as possibilidades de amor, mas fala também da crueldade que o ser humano é capaz de guardar dentro de si. É uma leitura que incomoda, que inquieta, que mexe com o leitor de tal maneira que deixa ressaca pós-livro. Deixa uma reflexão que a gente leva para a vida. E sabem qual é a parte que mais mexe conosco, aquela parte que é tanto a punhalada final quanto o bálsamo para acalmar a dor das feridas? Os agradecimentos. Essa parte é uma das mais fortes do livro. E ela me fez acreditar que It Ends With Us foi um dos melhores livros que já li na vida. A única coisa que senti falta foi um final mais demorado. Achei que Lilly tinha muito ainda para contar, muito para mostrar. Penso que um epílogo do epílogo, ou um capítulo extra, mostrando como está a  vida dela com a pessoa que ela escolheu para ficar ao seu lado, seria uma forma de acalentar o leitor, que provavelmente sofreu muito durante a leitura. Se tratando de CoHo, é bem possível que isso aconteça no futuro. Fico na torcida!


Livro: It Ends With Us
Autora: Colleen Hoover
Lançamento: 2016
Editora: Atria Books
Páginas: 272
Sinopse: Lily nunca teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar duro para atingir os seus objetivos. Ela percorreu um longo caminho desde a pequena cidade no Maine, onde ela cresceu. Ela se formou na faculdade, mudou-se para Boston e começou seu próprio negócio. Então, quando ela sente uma faísca por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo na vida de Lily, de repente, parece quase bom demais para ser verdade. Ryle é assertivo, teimoso, talvez até um pouco arrogante.
Ele também é sensível, brilhante e tem um fraco por Lily. E a maneira como ele fica com roupa cirúrgica não é nada mal. Lily não consegue tirá-lo da cabeça. Mas a aversão completa de Ryle a relacionamento é preocupante. Mesmo quando Lily se torna a exceção a sua regra de namoro, ela não consegue deixar de divagar sobre o motivo que fez Ryle ser como é.
A medida que perguntas sobre o seu novo relacionamento invadem a sua mente, pensamentos acerca de Atlas Corrigan — seu primeiro amor e uma conexão com o passado que ela deixou para trás — também passam a dominá-la. Ele era sua alma gêmea, seu protetor. Quando Atlas de repente, reaparece, tudo o que Lily construiu com Ryle está ameaçado.

Você também poderá gostar de

32 Comentários

  • Kah

    Omg! Com certeza uma das melhores leituras da vida! Esse livro também me deu um tapa na cara! Acho que todos deveriam ter a oportunidade de ler! Adorei a resenha! Beeeijos

    28 de outubro de 2016 às 15:58 Responder
  • Coleções Literárias

    Olá.
    Sou louca pelos livros da Colleen Hoover, adoro a escrita dessa mulher, é incrivel como ela consegue abalar as estruturas emocionais de um ser humano com suas histórias que assim como você falou são um tapa na cara.
    Só de você falar que esse é um dos melhores livros da autora já sinto uma palpitação aqui diferenciada hahahhahhaaah.
    A premissa do livro é LINDAAAAAA MDSSSS ME SEGURA. E sua resenha me deixou muito mais curiosa. Espero que o livro seja lançado logo aqui né. ahahhahaaha

    29 de outubro de 2016 às 02:11 Responder
    • Krisna Carvalho

      Também espero que seja lançado em breve. Tô aqui na torcida pra Record trazer pelo menos no ano que vem!

      Beijo e obrigada pela visita 😚

      9 de novembro de 2016 às 11:35 Responder
  • Daniele Vieira

    Olá
    Uau, parece ser um livro bem forte mesmo, não sou muito entusiastas dos temas usados pela autora, mas seus sentimentos quanto ao livro me deixou super curiosa, só fiquei com um pouquinho de medo desse negócio de ficar com ressaca após a leitura, ultimamente acho que estou para leituras um pouco mais leves e recreativas mesmo, mas vou deixar a dica anotada, quem sabe quando o livro for publicado por aqui eu já esteja em um momento mais propicio.

    29 de outubro de 2016 às 14:23 Responder
    • Krisna Carvalho

      Dani, tudo bem?
      Às vezes também não curto ficar com ressaca literária, mas adoro quando a leitura.me surpreende e me deixa assim, com essa sensação de que valeu a pena conhecer a historia rs

      Beijo

      9 de novembro de 2016 às 11:36 Responder
  • Lucas Sousa

    Se é livro da Colleen, já tenho certeza que é bom, no momento esse livro não seria uma boa para mim devido não ser fluente no inglês, porém, espero que chegue em breve no Brasil para que se torne um livro da minha lista!!

    29 de outubro de 2016 às 15:48 Responder
    • Krisna Carvalho

      Lucas, sem brincadeira, é um dos melhores já escrito por ela. Recomendo!

      Beijo

      9 de novembro de 2016 às 11:37 Responder
  • Ana Caroline

    Olá, Krisna. Seu entusiasmo a respeito do livro me tocou bastante e me fez ficar com vontade de ler esse livro. Ja li a trilogia Never, Never da autora e gostei bastante da escrita dela, sei que ela tem um enorme potencial. Com certeza irei pesquisar sobre o livro para lê-lo em breve, espero que me toque da mesma forma que lhe tocou.
    A capa do livro está linda, espero que quando lançarem aqui, mantenha ela. Ótima dica e resenha!

    29 de outubro de 2016 às 16:21 Responder
    • Krisna Carvalho

      Ana! Não se baseie pelo Never Never, pelamor! Rs Collen tem muito mais a oferecer do que essa trilogia. Aliás, a própria Tarryn tem livros ótimos!

      Beijo

      9 de novembro de 2016 às 11:39 Responder
  • Larissa Oliveira

    Oi!
    Nunca li nada da Colleen Hoover e a minha lista de indicações dela cresce a cada resenha que leio. Já tinha ouvida falar desse título e sou apaixonada pela capa dele mas não fazia ideia de que a trama fosse tão arrebatadora e emocionante assim. Estou curiosa pra ler esse livro mas mais ainda pra ler qualquer coisa da autora e saber se ela é realmente tão boa quanto dizem.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    30 de outubro de 2016 às 20:52 Responder
    • Krisna Carvalho

      Larissa, tudo bem?

      Você pode começar com Um caso perdido ou Talvez um dia. Na verdade pode ler primeiro Novembro 9 porque é único. Super recomendo as ibras da Colleen pra quem curte romancea.

      Beijo

      9 de novembro de 2016 às 11:40 Responder
  • Morgana Brunner

    Oiiii Krisna, tudo bem?
    Menina que livro mais lindo é esse? A cada vez que entro nos blogs fico a babar diante de tantos comentários positivos e indicações incríveis, a sua resenha ficou muito boa mesmo <3 Dica super anotada!
    Abraços

    31 de outubro de 2016 às 15:20 Responder
  • Livros Encantos

    Ola Krisna lindona menina amo a escrita da Coho essa capa está linda demais, estou curiosa com esse livro e por qual razão é um tapa em nossas caras. Sua escrita sempre mexe com nossas emoções, mesmo estando em inglês vou lendo devagar. amei sua resenha. beijos

    Joyce
    wwww.livrosencantos.com

    31 de outubro de 2016 às 16:23 Responder
    • Krisna Carvalho

      Joyce, se puder, leia mesmo. É um livro jovem mas que trata questões tão humanas… situações que estamos sujeitas a enfrentar em qualquer idade.

      Beijo

      9 de novembro de 2016 às 11:42 Responder
  • Catharina M.

    Oie
    que capa linda e parabéns pela resenha, eu preciso muiito começar a ler ingles. espero poder em breve e ler livros tao bons quanto esse

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    31 de outubro de 2016 às 17:41 Responder
    • Krisna Carvalho

      Catharina, obrigada pela visita!

      De repente eles lançam logo por aqui e vc consegue aproveitar 😚

      9 de novembro de 2016 às 11:42 Responder
  • Aventuras No Mundo Literário

    Oiii que lindo esse livro da Colleen, esse eu ainda não conhecia. Sempre ouço falar muito bem da escrita da autora. Eu ganhei um livro autografado dela, mais ainda não tive a oportunidade de ler. Mas pretendo ainda esse ano!
    O que mais me chamou a tenção sobre o livro é que você menciona como o livro mexe com a gente, sua resenha me deixou bem curiosa! Hummm já quero esse livro, já adicionei na minha lista de leitura para 2017.
    Bjusss

    1 de novembro de 2016 às 01:30 Responder
    • Krisna Carvalho

      Olá, tudo bem? Obrigada pela visita! Esse livro é bem envolvente, se você gosta do gênero talvez a leitura de encante, assim como fez comigo.

      Beijo e obrigada pela visita!

      9 de novembro de 2016 às 11:44 Responder
  • Livros & Tal

    Oi Krisna!!
    Que resenha linda… eu confesso que não conehcia esse livro da Colleen, mas sua resenha está incrível, o enredo do livro parece ser realmente incrível e sim eu quero muito muito mesmo que ele venha logo para o Brasil… para falar a verdade, acho que perguntaram dele no mochilão da record e se não me engano falaram que o lançamento está confirmado para o primeiro semestre do ano que vem… posso estar errada, claro.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    2 de novembro de 2016 às 21:56 Responder
    • Krisna Carvalho

      Oi Mayara! Obrigada pela visita! Queria muito que lançassem já ano que vem, mas acho que no Mochilão falaram do Confess, que é anterior a esse. Não? Fiquei na duvida agora rs

      Beijo

      9 de novembro de 2016 às 11:45 Responder
  • Catrine Vieira

    Nossaaaa, nunca li nada da Collen!! Acredita?
    Tenho que ler algo logo antes que a lista cresce maaais e mais. Minha lista de desejos esta cheia dela. kkkk Espero ter a oportunidade de ler algo da autora em BREVE!
    Ótima resenha! O livro parece ser mesmo maravilhosos!

    3 de novembro de 2016 às 01:50 Responder
    • Krisna Carvalho

      Catrine, arrasaaaaaada que você ainda nao5 leu Colleen! Se já tem livro dela na lista, passa na frente rs!

      Beijo

      9 de novembro de 2016 às 11:46 Responder
  • Leitoras Vorazes

    Essa autora <3 sejam essa autora <33 que capa mais bapho, amei. A sinopse também me encantou, adorei mesmo, realmente fiquei com vontade de ler e já adicionei na minha listinha. Sua resenha ficou incrível, muito bem construida!

    3 de novembro de 2016 às 02:59 Responder
    • Krisna Carvalho

      Ahhh, obrigada pelo carinho! As resenhas de vocês são incríveis também, adoro!

      Obrigada pela visita 😚

      9 de novembro de 2016 às 11:47 Responder
  • Ju

    Você quer me deixar arrasada dizendo que não tem previsão de publicação por aqui, puxa, não leio em inglês… Rs… Também sou fã da autora e saber que esse se tornou seu preferido me deixou louca pra ler, o que eu mais amo por enquanto é Um caso perdido. Amo esse tipo de livro que tem reflexões que a gente leva pra vida.

    3 de novembro de 2016 às 19:55 Responder
    • Krisna Carvalho

      Ju, se você gostou de Um caso perdido, acredito que vai amar It ends. Vamos torcer pra Record trazer logo pra cá!

      Beijo

      9 de novembro de 2016 às 11:48 Responder
  • Karolyne Oliveira

    Ah, Kris, que resenha linda! Bem à altura do livro, que é maravilhoso. Acho que vc conseguiu botar ali todos os sentimentos que eu tive. Toda a emoção, o amor, a raiva, a decepção, a esperança. Livro forte, tocante, de muita reflexão. É aquela leitura que a gente vai passar a vida toda indicando. S2

    4 de novembro de 2016 às 12:14 Responder
    • Krisna Carvalho

      Karol, o livro é ótimo, né? Vou indicar pra sempre tbm rs

      9 de novembro de 2016 às 11:49 Responder
  • Raíssa - Livros Românticos

    Nunca li nada da autora, pra falar a verdade ela não chama mt minha atenção justamente por ser uma leitura voltada mais o público jovem e estou um pouco cansada de livros assim. Fico feliz que tenha gostado tanto e ter aprendido tanto com essa leitura, é sempre maravilhoso quando isso acontece.

    Raíssa Nantes

    4 de novembro de 2016 às 23:25 Responder
    • Krisna Carvalho

      Olá Raíssa, tudo bem?

      A CoHo costuma de fato escrever livro sobre jovens, para jovens…Mas esse é diferente. São questões fortes, atuais e bem adultas. De repente, se você gostar de romance/drama, talvez valha a pena ler quando lançarem por aqui 😉

      beijo

      9 de novembro de 2016 às 03:33 Responder

    Deixe uma resposta