Siga nossas redes:

Resenha – Ghost (Boston Underworld #3)

Publicado em 5 de outubro de 2016
- Sem classificação

Livro: Ghost (Boston Underworld #3) | Autora: A.
Zavarelli |
Lançamento:
 2016 |
Classificação Skoob5.0 Páginas: 300
| Editora: Publicação
independente
Onde comprarAmazon
*E-book do acervo pessoal

Sabe o que acontece quando você se envolve com a máfia? Você nunca mais pode se
livrar dela. E foi justamente isso que aconteceu com essa pessoa aqui! Três
dias reclusa em casa apenas para terminar toda a série. E a autora A. Zavarelli
fez um milagre em minha vida! Sempre estava protelando para ler livros em
inglês. Mas a curiosidade foi tanta que eu não consegui me controlar, li o
terceiro livro em inglês mesmo. E posso dizer que valeu a pena quebrar a minha
cabeça para colocar em prática anos de estudo!

Eu simplesmente me encantei com
Alexei. Aliás, com todos os personagens participantes dessa série. É incrível a
habilidade de descrever cada um e deixar com um gostinho de quero mais! E foi
exatamente o que aconteceu quando eu conheci Talia, no primeiro livro da série
quando a amiga sai a sua procura, eu tinha plena certeza que essa menina iria
me conquistar.
 O terceiro livro da série, Ghost, veio
para me surpreender. Ele  conta a história de Talia, e o que aconteceu com ela
de fato. Com uma pegada dark, ele mostra os danos que ficam quando uma pessoa é
vítima do tráfico humano. O quanto você é quebrada… A sua dignidade? Isso não
existe, você simplesmente é tratada como um objeto. Você perde sua identidade,
perde sua essência. Você é destruída e vira apenas “algo” que deve obedecer aos
seus donos.
 Isso foi o que aconteceu com
Talia. A tal ponto que tudo que ela queria era morrer. A cada dia, seu sonho
era morrer e partir daquela realidade na qual estava inserida. Era como se fosse
a única fuga, a sua saída.  E o mais triste de tudo isso é que existem
pessoas inseridas nessa realidade, existem pessoas que são vítimas do tráfico
humano todos os dias. Dói saber que existe uma realidade tão cruel  e
que   acaba com a vida de quem passa por isso.
          
 Porém, Talia vai ter o seu anjo
para resgatá-la. Alexei. Ele vai ser aquele que vai tirar ela desse lugar cruel
e mostrar que ela pode voltar ao mundo. Que aos poucos ela pode aprender a
viver. E o mais bonito de tudo, é que Alexei e Talia vão construindo algo que
todos sabemos ser difícil de dar a uma pessoa hoje em dia. A confiança.

Saber que podemos ter uma pessoa em que
confiar, que poderá nos ajudar a reconstruir depois de tempos difíceis. Onde
mesmo nos piores dias ele irá mostrar que vale a pena. Que poderá ter algo
para lutar. E no decorrer do tempo, isso vai sendo construído entre eles. Os
dois com seus medos, suas barreiras. Mostram que vale a pena lutar.
           
Particularmente, eu amei o modo que ela
foi construindo o relacionamento dos dois. Sabemos que no início há
alguns desentendimentos, o medo, a insegurança, o ciúme. Algo “normal”. Não é
aquele tipos de amor que está se tornando tão comum, em que as mocinhas caem
logo de amore pelos homens. Zavarelli, mostra principalmente as dificuldades que
há em amar quando se está tão quebrada, mas que isso tudo pode ser superado.
         
Quando você pensa que eles estão
finalmente chegando em um lugar. que está tudo dando certo,  Alexei faz algo que
dá uma reviravolta em toda a história. Ao mesmo tempo que você entende o medo e
a atitude que ele tomou por conta das circunstâncias, você fica com raiva… E
a questão que fica, é: será que Talia poderá perdoar Alexei? 
Sobre os personagens… Talia é uma
mocinha peculiar. Quando você se depara com as suas dificuldades, você percebe
que não se trata de frescuras ou charmes. Realmente ela está danificada. E eu
me orgulho dela, da evolução que ela teve. O quanto ela foi forte por recuperar
a sua vontade de viver. De lutar, de dar um passo a cada dia. Por ela se
manter firme quando teve que tomar decisões importantes. Se impôs quando
necessário, se defendeu. Essa menina me encheu de orgulho e amor!
         
 
Alexei… Quase cogitei a ideia de
arrumar as malas e ir desbravar o mundo atrás de algum homem da máfia ( Doce
iludida esta pessoa que escreve… Mas posso sonhar, não é?) Ele é o homem que
toda mocinha quer. Ele é aquele que vai te compreender, te mimar, cuidar de
você e provar que você é o centro da devoção do amor. Personagem que ao mesmo
tempo que se mostra tão forte, é frágil. Quem ler a série, vai saber que ele tem
uma deficiência. Mas é essa deficiência que faz com que ele se esforce em tudo
e que ele seja o melhor naquilo que faz. O amor que ele tem por Talia é
simplesmente encantador, ele a cuida, a trata, a reconstrói. Ele é de fato um
homem de bom coração.
Uma excelente leitura, envolvente.
Garantindo fortes emoções! Pode ter a certeza que essa autora entrou para o
ranking das minhas preferidas.

“Não
há nada sem você. Amanhã, eu vou te levar para casa. E eu vou fazer de você o
meu tudo de novo. Todos os dias, para o resto da minha vida, Solnyshko. Essa é
a minha promessa a você. Eu vou fazer você se apaixonar por mim todos os dias,
por toda a vida.”
 
Sinopse: Talia.
I have always been a bird. Caged by one prison or another when the only thing I
ever wanted was to fly away. Sold. Beaten. Starved. Drugged. Nothing scares me anymore. Until him. He makes the numbness go away. He is hazardous to me. It has nothing to do with his mafia lifestyle, and
everything to do with what he offers. A gilded prison.  A retreat from everything that I once knew. The reality I have no desire to
return to. He thinks he’s caged me, but soon… I’m going to fly.

Alexei. I live by a code. The Vory code. In this mafiya world, there are traditions. Expectations. She does not care for these things. She does not care about anything. She thinks she has me fooled with her haunted eyes. What she can’t know is that I see her better than most. She wants to fly. But I’m going to clip her wings. And make her my wife

Você também poderá gostar de

1 comentário

  • Ayeska Escobar

    Sem querer, achei o seu blog…essa frase do Alexei…
    Eu esperei ansiosamente pelo Ghost desde que Alexei apareceu em Crown e lá já citava sua deficiência auditiva. Alexei e Talia, me fizeram sentir! Mais que Mack e Lachlan, mais que Ronan (que era tão quebrado, que teve um infância tão sofrível) e Sascha. Alexei , é o Homem dos meus sonhos e que não existe na Vida Real rsrs…pois não encontrei rsrs…Aguardando agora Rory e Scarlett. Beijos e a frase do Alexei merecia mais que cinco estrelas!

    8 de dezembro de 2016 às 15:02 Responder
  • Deixe uma resposta