Siga nossas redes:

Resenha – Coração Perverso

Publicado em 19 de setembro de 2016
- Globo Alt, New Adult, Resenhas

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA quem está em busca de um romance fofo, divertido, com um toque certo de drama e sensualidade. A narrativa fluida e cativante permite que a obra seja lida em qualquer momento, mas pode ser ainda melhor aproveitada caso a leitura aconteça quando estamos em busca de algo leve, capaz de aquecer nosso coração e deixar um sorriso nos lábios.

Antes de tudo, preciso dizer que abandonei Minha Julieta. Não consegui progredir na leitura (embora tenha gostado bastante de Meu Romeu), porque a cada página eu era recebida com confusão, drama excessivo, confusão, mimimi, confusão, idas e voltas ao passado, mimimi e mais um pouco de confusão. Deu para perceber o quanto me senti cansada com a leitura? Não me sinto bem em confessar que abandonei um livro que queria demais ler, mas o fiz. E fiquei muito resistente em ler Coração perverso, porque tinha medo de me deparar com algo semelhante.

UFA! Isso não aconteceu. E ainda bem que me permiti embarcar nessa jornada com Liam e Liss. Coração Perverso é aquele tipo de livro que vicia. Sim, vicia. A gente começa a ler as páginas despretensiosamente, imaginando que é mais um New Adult bonitinho, aquela leitura tranquila que a gente usa para espairecer entre um livro mais forte e outro, sabe? É mais ou menos isso. O livro conta a, talvez quase, história de amor entre dois jovens envolvidos com teatro. Liss, que escolheu trabalhar nos bastidores, é uma mulher inteligentíssima, divertida, viciada em queijo e coleciona relacionamentos fracassados com atores. Liam é aquele tipo de cara de sorriso fácil e olhar magnético, que vive uma vida simples em NY, regada a biscoitos de chocolate e leite. Sonha em ser ator. Os dois se encontram e, quando isso acontece, a gente percebe que ali houve um encontro de almas.

Nem tudo são flores, claro. Uma atração monstruosa acaba batendo de frente com situações e questões que a vida impõe. Os dois se separam, passam anos sem se ver, até que precisam trabalhar juntos. A atração ainda está ali. Aquela paixão desenfreada e aquele amor imensurável, recíproco e responsável por anos de dor e tensão sexual, ainda pulsa nos dois corações. Mas além de tudo isso, existe outro porém: Liam está noivo. E não é só isso, ele é a outra metade do casal mais queridinho do momento. Aquele tipo de casal capaz de transformar duas pessoas em uma relação simbiótica que desperta o amor e a ira dos fãs. Nossa, que enrascada.

 A obra aborda questões e sentimentos agridoces: amor, paixão, o ir embora, a tomada de decisão, o poder da amizade, vergonha, traição, desejo, honestidade, perseverança. Destino. E faz isso de maneira tão leve, tão direta, irônica e divertida, que a gente se vê diante de um passar de páginas acelerado, uma marcação desenfreada de quotes e uma briga filosófica entre querer que o livro acabe e querer que ele dure para sempre. Sabe quando a gente está perto dos melhores amigos, com conversas rolando soltas, num local acolhedor cheio de abraços quentinhos e piadas pervertidas? A sensação que a leitura desperta é justamente essa. A gente se sente acolhida e abraçada pelo livro. A gente se diverte, a gente se emociona, a gente faz isso como se estivesse naquela roda de amigos que comentei.

Como muitos livros do gênero, é previsível em diversas questões. De forma alguma isso torna o livro menos divertido. De forma alguma a gente deixa de querer sentir tudo aquilo que a história desperta nos personagens, pelo contrário. Mesmo já imaginando começo, meio e fim, a gente aproveita a leitura desde que os olhares de Liss e Liam se cruzam, até o momento em que a autora agradece aos leitores por acompanhar seu trabalho. É um livro fofo, ácido, divertido, quente, tenso (sexualmente falando), e que vale a pena ser lido. Por tudo o que já falei, mas também porque conta com uma dupla de personagens secundários fantástica, que merece inclusive um livro só contando suas aventuras. Além disso, para quem leu os livros anteriores, Ethan e Cassie aparecem algumas vezes. E a cena em que eles aparecem no epílogo, bom, é bem bonita.

Se vocês gostam de New Adult, leiam o livro. Não precisa nem ser entre uma leitura e outra. Ele pode, inclusive, ir ali para o comecinho da fila, ok? Principalmente se você é, assim como eu, uma pessoa apaixonada por romances. Fica a dica! E é dica da boa 😉

 A edição está tão bonita quanto à dos outros livros. Eles combinam entre si, a capa está linda, a diagramação não deixa em nada a desejar. A globo Alt está, cada vez mais, se tornando uma queridinha. Caprichosa tanto no que diz respeito à escolha das obras que decide publicar, quanto na realização desse trabalho. Deixo aqui os meus parabéns e agradecimento, meu coração de leitora inquieta se enche de amor quando uma editora consegue trazer livro bom e ainda deixá-lo com uma cara bonita.

Este livro é para todos aqueles que têm sido arrasados pelo amor, mas que se recuperam e tentam mais uma vez. Que seus corações frágeis sejam aquecidos pelo sol e acariciados pela brisa suave, e que vocês possam um dia esconder-se atrás de uma árvore estrategicamente posicionada, que lhes permita, como ninjas furiosos, atacar o amor de surpresa e acertá-lo bem nas bolas. Ó, senhor, livrai-me dos homens de louváveis intenções e coração impuro, pois o coração sobre todas as coisas se engana e em desespero se revela iníquo.

T.S. Eliot


Livro: Coração Perverso
Autora: Leisa Rayven
Lançamento: 2016
Editora: Globo Alt
Páginas: 360
Sinopse: Elissa Holt tem uma regra quando se trata de relacionamentos: ela não namora atores. Sua bem-sucedida carreira de diretora de palco em Nova York a ensinou que eles não são confiáveis, e isso se comprova quando ela conhece Liam Quinn. Eles tiveram um breve, porém intenso romance há seis anos, pouco tempo antes de Liam se mudar para Hollywood, fazer sucesso em grandes produções de cinema e quebrar o coração de Elissa ao começar a namorar Angel Bell, a atriz queridinha da América. Agora o casal do momento está em Nova York para estrelar a peça A megera domada, de Shakespeare, da qual Elissa será, coincidentemente, a diretora de palco. Apesar de o cenário ser completamente diferente, tudo o que aconteceu entre eles – e o que poderia ter acontecido – vem à tona. Mesmo Elissa sabendo que se entregar a Liam de novo poderia gerar uma tragédia, fica claro que o amor e o desejo nem sempre seguem o script…

Você também poderá gostar de

22 Comentários

  • BelGoes

    Oi Krisna, tudo bem?

    Fui lendo, lendo e… NA? Pode ser preconceito, mas new adult não é um gênero que me pegue e jogue na parede. Amei sua resenha, fiquei curiosa, mas não deu liga, não deu vontade.

    bjss

    19 de setembro de 2016 às 15:39 Responder
    • Krisna Carvalho

      Bel, é assim mesmo! Tem livro que faz com a gente exatamente isso que você disse, outros, não dão nem uma liguinha sequer! rs

      Beijos e obrigada pela visita!

      4 de outubro de 2016 às 01:12 Responder
  • Daniele Vieira

    Olá
    Adorei sua resenha, ficou bem intimista, quase como você estivesse me contando pessoalmente sua opinião, mas eu não sou da turma do romance, acho muito enrolado, as pessoas querem estar juntas, mas ficam criando impecilhos para atrapalhar, acabo ficando irritada. Então vou passar a dica.

    19 de setembro de 2016 às 16:01 Responder
    • Krisna Carvalho

      Dani, minha intenção foi justamente essa…Escrever como se estivesse num bate papo com quem está lendo a resenha. E em romances tem muito disso mesmo, esses desencontros, essa falta de diálogo e a perda de tempo estando separados quando os personagens podem estar juntos… Mas amo mesmo assim! rs

      Beijo

      4 de outubro de 2016 às 01:14 Responder
  • Flora Literária

    Oi, Krisna!
    Já conhecia o livro e já li centenas de resenhas sobre ele, a sua só me fez querê-lo mais ainda! Nem sei pq ainda não o comprei, talvez tenha esquecido por conta de tantos outros livros na minha lista, haha.
    Descobri recentemente minha paixão por New Adult e tenho certeza que esse também me conquistará!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle
    floraliteraria.blogspot.com

    19 de setembro de 2016 às 16:05 Responder
    • Krisna Carvalho

      Querida, obrigada pelo carinho e visita! Põe ele na lista, se vc tá curtindo NA, vai gostar desse! E depois vou lá ler sua resenha 😉

      Beijo

      4 de outubro de 2016 às 01:15 Responder
  • Dea G.

    Amei!!! Que bom que conversamos e tu leu! Rendeu uma das tuas melhores resenhas! Beijocas

    19 de setembro de 2016 às 22:59 Responder
  • Michele Lopez

    Olá,
    Adorei a resenha e, assim como você, sou apaixonada por romance e acho que vou seguir sua dica e deixar esse livro passar na frente da fila rsrs
    A premissa é bem interessante e quero conferir se o casal consegue ficar junto no final da trama.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    20 de setembro de 2016 às 16:22 Responder
  • Morgana Brunner

    Oiii Krisna, tudo bem?
    Eu realmente já conhecia a obra e fiquei perdidamente apaixonada pela sua resenha, sempre vejo comentários positivos a respeito da obra e um romance nesse momento cairia muito bem para mim.
    Beijinhos

    20 de setembro de 2016 às 19:04 Responder
  • Vitor

    Oi!
    Eu estava dando uma olhada aqui e acho que nunca li New Aduld hahaha'
    Gostei da sinopse e de sua resenha. Não sei se é um gênero que me agrada, afinal, nunca li nada dele! Vou dar uma olhada depois, quem sabe né?
    Abraço! =D

    20 de setembro de 2016 às 20:01 Responder
  • Stefani Almeida

    Oiiiiii

    Li faz uns meses o livro e assim como vc adorei. A escrita da autora é tão fluida que faz com que leiamos muito rapido. Liam é puro amor e fui a loucura quando Ethan e a Cassie apareceram. Adorei a resenha e é muito parecido com minhas impressões.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    21 de setembro de 2016 às 13:48 Responder
  • Iris Pereira

    Oi,
    Ahh eu amo new adult e esse livro esta na minha lista de desejados. Dá autora só li "Meu Romeu" e curti d+. Amei saber que a leitura continua fluida e envolvente.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    22 de setembro de 2016 às 00:16 Responder
  • Beatriz Andrade

    Eu gosto muito do gênero e estou louca para ler esse livro. Gostei da resenha e de poder conhecer um pouco mais sobre a história

    22 de setembro de 2016 às 02:28 Responder
  • Amanda Chieregatti

    Oi, Krisna, tudo bem?
    Menina, antes de mais nada, preciso dizer que sou apaixonada por essa capa (e as dos livros anteriores, também!).
    Ah, eu amo histórias sobre reencontros! Então, quando li que o casal protagonista se separa e volta a se encontra anos depois, meu coraçãozinho até acelerou aqui. Já quero!
    Pretendo ler, com certeza!

    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    22 de setembro de 2016 às 03:01 Responder
  • Gabrielly Marques

    Heey, tudo bem? Adorei tua resenha. Eu estou com o primeiro livro da serie aqui para ler e quero muito fazer isso logo. Amo new adults!! Por mais previsíveis que eles sejam sempre me cativam bastante.
    Beijos!!

    22 de setembro de 2016 às 20:54 Responder
  • Carla

    Oie!
    Eu ainda não li nenhum livro da trilogia, mas estou bem curiosa para conferir. Mas quero fazer em sequencia, um depois do outro. Pois acredito que vou me viciar nessa história então preciso ler o livro para ontem.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    23 de setembro de 2016 às 00:30 Responder
  • Ruhh Belle

    Ooi! Eu já li umas resenhas sobre esse livro, mas infelizmente não é o que eu quero agora, sabe? Dei um tempo com os romances rs
    Parabéns pela resenha!
    Beeijos

    24 de setembro de 2016 às 15:37 Responder
  • Carolina Ramires

    Olá!
    Eu ganhei esse livro em um sorteio mas ainda não comecei a ler por se tratar de uma série e meu toc não permite hahaha Mas eu adoro NA e tenho certeza que vou amar esse também.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    25 de setembro de 2016 às 14:19 Responder
  • Kamila Villarreal

    Olá!

    Adoro NA, mas no momento não faria essa leitura. Não pela premissa, que gostei muito, mas pela falta de tempo… São só dois volumes mesmo?

    25 de setembro de 2016 às 16:57 Responder
  • Livros & Tal

    Oie que resenha show!!!!
    Amei!
    Eu to louca para ler esse livro, principalmente por que li os dois anteriores e conhecer a história dela vai ser incrível!!
    Parabéns de verdade pela resenha!!

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    26 de setembro de 2016 às 16:06 Responder
  • Suzana Chaves Linhares

    Olá! Apesar de sua resenha ser ótima, a premissa do livro não me chamou atenção. Gosto de NA, mas acho que a série em si não me interessou mesmo. Beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    26 de setembro de 2016 às 19:52 Responder
  • Leituras Compartilhadas

    Achei muito simpática e agradável a sua resenha, mas a leitura não me interessou, pois a obra não me despertou interesse. Dessa vez vou passara a dica, deixarei para a próxima. Parabéns pela resenha!

    Tatiana

    27 de setembro de 2016 às 02:05 Responder
  • Deixe uma resposta