Siga nossas redes:

Resenha – Como se fosse magia

Publicado em 16 de novembro de 2016
- Sem classificação

Livro: Como
se fosse magia | Autora: Bianca
Briones | Lançamento:
2016 | Editora: Gutenberg
Páginas: 208 | Classificação do Skoob4,5 | Onde comprar: Casas Bahia 
| Americanas
*Livro do acervo pessoal
Olá,
pessoal! Hoje trago para vocês a resenha deste livro da Bianca Briones, um
romance fofo e com um toque de magia. Este livro não faz parte da série Batidas
Perdidas
, mas assim como outros livros da autora, traz personagens divertidos e
cativantes.

 

Ambientada
em São Paulo a obra conta a história de uma escritora de sucesso, que prestes a
encerrar uma série de fantasia se vê diante do maior bloqueio criativo que já
viveu. Com o prazo estipulado pela editora prestes a finalizar, Eva busca maneiras
de dar aos personagens o desfecho que eles (e os leitores) merecem.

Enquanto
procura inspiração e maneiras de lidar com aquilo que trava as palavras, Eva
encontra Enzo. Um sujeito envolto em mistério, incertezas e, de quebra, sem
memória. Embora seja um completo estranho, ele demonstra características muito
específicas que Eva conhece muito bem. Afinal, ela as escolheu a dedo quando criou o
protagonista de sua série. Tudo coincidência? Quem seria Enzo, afinal? Realidade ou ficção? Sonho,
imaginação, representação de tudo aquilo que ela deseja, ou uma pessoa real,
que está na sua própria jornada pessoal? É isso que vamos descobrir durante a
leitura.
 

Preciso
confessar que achei o livro muito curioso. Não só pela história, um romance contemporâneo que
brinca com fantasia e realidade, mas por conta da protagonista. É impossível
para o leitor que conhece as obras da Bianca e a acompanha nas redes sociais,
não a reconhecer em diversos momentos vividos por Eva. Seja quando a
protagonista fala com carinho dos seus bichinhos de estimação, ou quando
desabafa sobre questões muito pessoais, que envolvem uma dose alta de timidez e um
amor platônico pelo Netflix. Ou até mesmo quando demonstra a força do amor que
sente por quem lhe é especial. Eva lembra tanto Bianca, que em diversos
momentos elas se misturaram na minha cabeça. 

“Você é a personagem que criou.Todo aquele encantamento em volta da Elena veio de você, e não parece que você tenha noção do quanto é especial”.

Esse
é um livro bem curtinho. Pelo menos foi essa a sensação que tive, ao
finalizá-lo após poucas horas. A leitura flui porque os personagens são
cativantes e engraçados (em determinado momento, encontramos até personagem de outro livro da autora!). A história, às vezes surreal, prende o leitor do
início ao fim. A gente quer saber como Eva vai terminar sua série e o que ela
vai fazer com tudo aquilo que está acontecendo ao seu redor. A gente quer descobrir
quem é Enzo, afinal, e qual o papel dele ali. A gente torce para que o melhor
amigo tenha seu próprio final feliz. E no fim das contas, a gente sente um
sorriso nos lábios e uma leveza no coração. E uma vontade enlouquecida de pegar
o próximo livro da lista e levá-lo para passar a tarde na nossa cafeteria ou
livraria favorita. Para quem gosta de livros leves, fofos, com um toque mágico e sem grandes dramas, Como se fosse magia é uma ótima pedida!

 “Porque seus livros carregam verdade nas linhas e universos inteiros nas entrelinhas”.

A edição está simples e bonita. Os capítulos, intercalando o ponto de vista entre os protagonistas, iniciam sempre com o trecho de uma música que combina com o que será mostrado a seguir. Como a maioria delas é em inglês, no rodapé sempre é possível ler a tradução. Um cuidado a mais com o leitor, sem dúvidas, um carinho que não passa despercebido.

Sinopse: Eva nasceu com o dom de passar os sentimentos para o papel, com isso
conquistou milhares de leitores pelo mundo. Agora ela precisa escrever o
último livro da sua série de fantasia, mas está com um bloqueio há um
ano e não sabe o que fazer.
Enquanto ela tenta se reconectar a seus
personagens, a vida coloca em seu caminho um homem igualzinho a um dos
seus protagonistas.
O problema é que o desconhecido surge sem nenhuma lembrança de quem ele é.
Enzo
está muito confuso. A princípio, ele duvida da conversa maluca de Eva.
Mas, mesmo com seu ceticismo, ele não pode negar que se sente
extremamente ligado a ela.
O que isso quer dizer?
Envolvidos por
esse curioso e estranho mistério, Eva e Enzo estão prestes a descobrir
que às vezes para que duas pessoas se encontrem mundos inteiros são
capazes de colidir.

Você também poderá gostar de

26 Comentários

  • Livros & Tal

    Olá, tudo bem?

    Interessante vc falar sobre a Bianca e sua personagem se confundirem, quem sabe esse livro tenha sido uma homenagem dela para ela mesma? Achei a premissa bacana e fiquei curiosa sobre o como ele termina. Dica anotada!

    Beijo!
    Ana.

    16 de novembro de 2016 às 17:07 Responder
    • Krisna Carvalho

      Ana, tudo bom?

      Pode ter sido uma homenagem, pode ter sido uma forma de mostrar características dela através da personagem, pode ter sido simplesmente uma história que estava esperando pra sair do peito e ganhar as páginas…Pode ter sido qualquer coisa! O legal é que fez sentido e se tornou um livro delicinha de ler 😉

      Beijo

      18 de novembro de 2016 às 09:44 Responder
  • Beta Oliveira

    Estou atrás de livros fofinhos e pelo que você descreveu, é do jeito que eu poderia gostar. Obrigada pela dica!

    17 de novembro de 2016 às 00:04 Responder
    • Krisna Carvalho

      Beta, tudo bem?

      Menina, é super fofo mesmo. Naquele tipo que a gente lê numa sentada, de tão gostosa que é a história!

      Beijo

      18 de novembro de 2016 às 09:45 Responder
  • Rosana Gutierrez - Livrólogos

    Oie
    Gosto muito dos livros da Bianca, ainda mais se a história é fofa.
    Falando em fofura, que coisa mais linda e fofa é esse gatinhooooo.
    Adorei as fotos e a resenha.
    Bjss

    17 de novembro de 2016 às 03:24 Responder
    • Krisna Carvalho

      Rô, tudo bem?

      Esse é o Gaspar. Às vezes, quando peço ajuda, ele topa fazer parte do cenário nas fotos. Dessa vez eu tive que explicar que os felinos eram parte importante do livro, depois disso ele se empolgou e até se permitiu olhar pra câmera!

      Beijo

      18 de novembro de 2016 às 09:47 Responder
  • Daniele Vieira

    Ola
    Fofo é esse gatinho nyaaa ♥♥♥♥
    Gostei da premissa do livro, adoro livros com escritores como protadonista, e parece bem fofo mesmo, no momento estou procurando aventuras, mas vou guardar a dica para quando estiver mais calma

    17 de novembro de 2016 às 09:39 Responder
    • Krisna Carvalho

      Dani, como vai?

      Acho que a história da Eva não deixa de ser uma aventura, viu? Uma aventura mágica e fofa, mas ainda assim uma aventura rs

      Beijo

      18 de novembro de 2016 às 09:47 Responder
  • Gaby Cunha

    Olá! Amei sua resenha e a estória do livro! Já até add no meu skoob kkk =) Que gatíneo mais fofíneo é o seu hein, roubou a cena das fotos <3 Enfim, sem dúvidas fiquei muito curiosa para saber como termina a estória =)
    Muito Obrigada pela dica! bjs
    https://literakaos.wordpress.com/

    17 de novembro de 2016 às 14:06 Responder
    • Krisna Carvalho

      Gaby, querida! Tudo bem?

      Esse é o Gaspar. Concordo com você, é um fofo mesmo. Tão fofo que sobre com meus apertões e beijos o tempo todo!
      A história da Eva e Enzo vale a pena ser lida.

      Beijo!

      18 de novembro de 2016 às 09:49 Responder
  • Michele Lopez

    Olá,
    A premissa do livro é bem interessante e adorei saber sobre essa mistura entre fantasia e realidade que a autora proporciona na trama.
    É legal você ter citado que é visível vários traços da personalidade da autora em Eva e isso me deixou bem intrigada. Será que foi proposital?
    Desconhecia a obra, mas já anotei a dica.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    17 de novembro de 2016 às 16:14 Responder
    • Krisna Carvalho

      Michele, tudo bem?

      Acho que foi proposital sim…E pra mim deu super certo, porque embora seja uma narrativa repleta de magia, esses toques de realidade (da realidade da própria Bianca)tornou o livro ainda mais interessante!

      beijo

      18 de novembro de 2016 às 09:50 Responder
  • Leticia Golz

    OI, Krisna
    Estou com esse livro em casa e nao vejo a hora de ler.
    Como não conhece muito da autora, e nem a acompanho nas redes sociais, não saberia reconhecer suas manias no livro.
    Gostei muito de saber que o livro é rápido e vale a pena. Espero gostar bastante.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    17 de novembro de 2016 às 16:28 Responder
    • Krisna Carvalho

      Leticia, tudo bem?

      Mesmo que você não reconheça esses traços de realidade no livro, com certeza vai ser tocada pela história. Até porque ele vai além disso, fala bastante sobre lealdade, amizade, aceitação, fé… Bem bacana.

      beijo

      18 de novembro de 2016 às 09:52 Responder
  • Carla

    Oie!
    Eu só tive a oportunidade de ler um livro da autora, e mesmo gostando bastante da narrativa, eu achei a história dramática demais. mas não desisti, vou dar outra oportunidade e quero ler esse livro.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    17 de novembro de 2016 às 23:44 Responder
    • Krisna Carvalho

      Oi, Carla!

      Esse livro não é dramático não, viu? Pode ler sem medo, principalmente se você quiser dar umas risadas e sentir o coração encher de amor.

      Beijo

      18 de novembro de 2016 às 09:53 Responder
  • Suzana Chaves Linhares

    Olá! Que gato lindo! Eu achei curiosa a premissa, já pensou os personagens surgindo a sua frente, talvez seja uma forma de inspiração. Fiquei interessada em ler e descobrir o que vai acontecer. Beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    18 de novembro de 2016 às 22:43 Responder
  • Kamila Villarreal

    Olá!

    Conheci esse livro na Bienal, mas ainda não tive a oportunidade de ler, com certeza a premissa é muito linda. Suas fotos estão maravilhosas… e seu gato é mais lindo ainda!

    19 de novembro de 2016 às 00:13 Responder
  • Catharina M.

    Oie
    a capa esta uma graça e parece ser um livro bem gostoso para passar o tempo, fiquei curiosa então dica anotada e bela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    19 de novembro de 2016 às 17:27 Responder
  • Catrine Vieira

    OOI!
    Primeiramente, suas fotos estão maravilhosaaaa! E esse gato lindoooo?
    Gostei muito da primeiro do livro, to até procurando aqui no Skoob para adicionar aos que quero ler. haha
    Parece ser uma história bem leve e fofa, do jeito que to precisando. <3 Dica mais que anotada!
    Ótima resenha!

    21 de novembro de 2016 às 00:09 Responder
  • Ana Paula Lima Miranda

    Oii!!

    Colocar gatos é jogo baixo hahaha, uma gracinha!!
    Eu ainda não li essa obra, estive com a autora na Bienal e ela é ótima, o problema é que estava muito caro! Quase 50 reais, daí deixei para depois, vou tentar comprar o e-book!
    Gostei muito da resenha!!

    Beijinhos

    21 de novembro de 2016 às 00:30 Responder
  • Cila - Leitora Voraz

    Oi Krisna, sua linda, tudo bem?
    Adoro quando os autores nos deixam com um sorriso bobo e o coração leve quando o livro termina. Gosto tanto quando me divirto com uma leitura. Tomara que ele seja real e não o personagem que saiu do livro. Parece ser uma leitura leve, sonhadora e romãntica. Dica mais do que anotada!!! Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    22 de novembro de 2016 às 07:09 Responder
  • Thayenne Carter

    Olá,

    Sempre quis ler algo da autora, pois os elogios a suas obras são incríveis! Tenho curiosidade em saber o que encanta tantos leitores. Olhando a premissa desse livro, fiquei bem tentada a começar a ler por ele, achei a premissa mais leve e divertidinha, espero que seja assim hahaha. Além disso, essa capa está muito fofa *—-*

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    22 de novembro de 2016 às 22:10 Responder
  • carool santos.

    Olá, tudo bem? Já conhecia a autora da série As Batidas Perdidas, onde tem altos e baixos dependendo do livro. Fiquei chocada quando ela anunciou que ia lançar uma fantasia e já quero muito. Que bom que é uma leitura rápida! Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    1 de dezembro de 2016 às 02:55 Responder
  • Bianca Santana

    2017 vai ser o ano pra tirar o atraso da minha xará Bianca, pq olha… eu ainda não li nada dela e detalhe, tenho quase toda a série Batidas Perdidas. Vê se pode?
    Tenho visto bons comentários sobre esse livro e foi legal ler sua resenha.
    Bj

    5 de dezembro de 2016 às 18:01 Responder
  • Suzzy Chiu

    Hello! Tudo bem?
    Adoro conhecer livros novos e esse da resenha eu nunca tinha ouvido falar.
    Achei interessante os pontos que vc abordou, acho que o livro tem a minha cara pra falar a verdade hehe.
    Gostei da capa e do enredo, acho que será um que vai me prender muito.
    Linda resenha, fiquei curiosa para saber que rumo os personagens tomaram.
    Vou tentar ler com certeza, amei a dica.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    8 de dezembro de 2016 às 13:01 Responder
  • Deixe uma resposta