Siga nossas redes:

O que achei de Um contratempo

Publicado em 26 de agosto de 2017
- Filmes, Netflix, Suspense

FILME ESPECIALMENTE INDICADA PARA fãs de suspense e mistério, pessoas que gostam de filmes intrigantes e com trama psicológica. Ideal para assistir com os amigos ou namorado(a), vale até fazer uma aposta pra ver quem acerta o final do filme.

A dica de hoje é o filme espanhol Um contratempo que está disponível na Netflix. Confesso que não tenho costume de ver filmes que não estejam no eixo Estados Unidos – Reino Unido, e descobri esse filme por indicação de um amigo no Facebook. Já adianto que foi um dos melhores filmes de suspense que assisti nos últimos tempos. Mas antes de eu falar como foi a minha experiência com esse filme quero contar um pouco sobre a história dele para vocês.

A vida do empresário Adrián Doria, interpretado pelo ator espanhol Mario Casas, vira de ponta cabeça depois que ele acorda em quarto de hotel, encontra sua amante morta e é acusado pelo assassinato. Ele jura que não cometeu o crime, mas todos os indícios apontam única e exclusivamente para ele. O caso está tão complicado que seu advogado o orienta a contratar os serviços de Virginia Goodman, uma preparadora de testemunhas, interpretada pela atriz espanhola Ana Wagener. O filme todo se passa durante o trabalho de preparação para o interrogatório.

Este será o último caso de Virginia antes de sua aposentadoria e ela não pretende manchar seu histórico profissional perdendo esse processo. Por isso desde que chega ao apartamento de Adrián pede que ele conte toda a verdade. Mas existe um agravante, é praticamente certo que uma nova testemunha compareceu ao tribunal e Adrián será chamado para depor em três horas.

A história que ele contou para os policiais está repleta de lacunas e a advogada o pressiona para que conte o que realmente aconteceu naquele quarto de hotel para que eles estejam preparados para o depoimento. Adrián começa então a narrar todos os fatos que o levaram até ali na noite do assassinato de sua amante. Aproveito para deixar vocês avisados que a cada minuto que passa  sentimos emoções diferentes conforme vamos conhecendo os fatos narrados.

Fiquei completamente presa na história enquanto assistia este filme, e posso garantir que foi uma experiência diferente desde o início, já que não conhecia nenhum dos atores e não tenho costume de assistir filmes com o áudio em espanhol. Mas foi uma experiência ótima! Eu amei Um Contratempo porque a trama foi muito bem desenvolvida, com atuações excelentes e a trilha sonora valorizou muito as cenas com maior carga de tensão. E ainda existe o bônus das lindas paisagens que foram usadas como locação. Anotei mais um lugar na lista interminável de lugares para conhecer na Europa.

Já disse por aqui algumas vezes que dificilmente consigo adivinhar o que está por trás do mistério nos filmes e livros de suspense, mas neste filme acredito que até os mais espertos nesse quesito devem ter se surpreendido. O roteiro foi muito bem escrito pelo próprio diretor do filme, Paulo Oriol. Esta obra te um dos finais mais inesperados que assisti nos últimos tempos. Quando vi o filme pela segunda vez para escrever esse post observei vários pontos que não tinha visto da primeira vez. Agora como eu já sabia o desfecho da história me concentrei nos detalhes, por isso aconselho, se puderem e gostarem, que vocês assistam esse filme duas vezes.

Como o filme é um suspense e toda a trama gira em torno da culpa ou não do protagonista pelo assassinato da amante, procurei ser o mais breve possível para não dar spoiler e estragar a sessão de filme de vocês. Espero que vocês tenham gostado da dica de hoje. Depois me contem nos comentários o que acharam do filme, vou adorar saber a opinião de vocês.

P.S.: Antes de terminar esse post só queria deixar registrado que, não sei se vocês vão concordar comigo, mas achei o protagonista Mario Casas muito parecido com o ator brasileiro João Vicente de Castro, que é um dos apresentadores do programa Papo de Segunda do canal GNT.  😉


Filme: Um contratempo
Direção: Paulo Oriol
Lançamento: 2017
Gênero: Suspense
Classificação etária: 14 anos
Duração: 1 h 45 min
Sinopse: Tudo está indo muito bem para Adrian Doria (Mario Casas). Seu negócio é um sucesso e lhe trouxe riqueza, sua bela esposa teve a criança perfeita, e sua amante está bem com o caso dos dois escondido. Tudo está ótimo até que Doria desperta num quarto de hotel, depois de ser atingido na cabeça, e encontra sua amante morta no banheiro, coberta com um monte de notas em euros. Pior, o quarto é trancado por dentro e não tem nenhuma maneira de entrar ou sair. Com tudo o que construiu desmoronando aos seus pés, Doria recorre a melhor advogada de defesa da Espanha, Virginia Goodman (Ana Wagener), e eles tentam descobrir o que realmente aconteceu na noite anterior.

Você também poderá gostar de

15 Comentários

  • Hérica Lima

    Nossa! Que filme instigante!
    Ainda não tinha o visto no Netflix e eu adoro filmes de ação e suspense!
    A sinopse é muito tentadora. Já quero assistir agora! Adoro receber indicações de filmes.

    26 de agosto de 2017 às 11:11 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Herica!

      Que bom que você gostou da indicação. Depois que assistir o filme me conta se gostou.

      Beijos,

      28 de agosto de 2017 às 10:14 Responder
  • Cristiane Dornelas ➗ (@crisdornelassil)

    Achei interessante essa dica porque já vi filme com o Mario Casas e aí ficou uma carinha conhecida pra chamar atenção. Mas a trama dele não sei se é exatamente o tipo de filme que gosto de ver. Gosto mais de ler coisas assim do que ver filmes assim sabe? Mas pode ser bom. Pelo visto parece que até surpreende…
    Se puder vou tentar ver.

    26 de agosto de 2017 às 11:59 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Cristiane!

      Como eu disse ainda não conhecia nenhum dos atores, mas amei a atuação do Mario Casas. Já peguei o nome de vários filmes que ele atuou para assistir. Depois tenta dar uma chance pro filme, vai que você curte, né?

      Beijos,

      28 de agosto de 2017 às 10:16 Responder
  • Lili Aragão

    Uma dica de suspense e tanto parece ser esse filme, gosto de filmes que surpreendem e curti muito a dica. Vou tentar ver mais a frente. Sobre o Mario Casas, achei ele mais bonito que o João Vicente 😀

    26 de agosto de 2017 às 17:16 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Lili!

      Confesso que também achei ele mais bonito, mas que ele me lembrou muito o João Vicente. Feliz que você gostou da dica.

      Beijos,

      28 de agosto de 2017 às 10:17 Responder
  • Ludyanne Carvalho

    Também tenho o costume de assistir filmes que estejam no eixo EUA – Reino Unido, e os nossos.
    Não curto muito suspense; não seria um filme que eu escolheria pra assistir, mas ao ler resenha, imagino que se alguém estiver assistindo perto eu vou acabar sentando e assistindo junto sem nem perceber, e tentando descobrir o x da questão. Na maior ansiedade.
    Eu já achei o ator mais parecido com o Bernardo Velasco. Lindos…
    Pra quem curte o gênero, é uma ótima indicação.
    Beijos

    26 de agosto de 2017 às 22:10 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Ludyane,

      Fui procurar no Google quem era o Bernardo Velasco. Não conhecia, mas também achei ele muito bonito. Tente dar uma chance para esse filme, é bom sair da ossa zona de conforto de vez em quando. Quem sabe você gosta né?

      Beijos,

      28 de agosto de 2017 às 10:19 Responder
  • Bruna Bento

    minha amiga me indicou esse filme e o comentario dela foi justamente esse: que nao assiste filmes fora do eixo USA-UK, mas esse era otimo e eu tinha que ver! haha
    parece bem legal mesmo, dá mais vontade ainda de assistir quando todo mundo começa a indicar do nada.
    e é bem bacana pra conhecer filmes produzido fora do mainstream né?
    anotando mentalmente aqui pra prestar atençao nas paisagens!

    27 de agosto de 2017 às 00:16 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Bruna!

      Acredito que a maioria das pessoas costuma assistir mais filmes americanos e britânicos mesmo. Mas nunca é tarde para ampliar nossos horizontes. Depois me conta se também gostou da locação do filme.

      Beijos,

      28 de agosto de 2017 às 10:21 Responder
  • Alison de Jesus

    Olá, é sempre bom procurar sair da zona de conforto, né? Fora do centro cultural americano existem milhares de filmes estrangeiros maravilhosos que merecem nossa atenção. Obrigado pela dica, beijos.

    27 de agosto de 2017 às 20:41 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Alison!

      Concordo com você, é sempre bom sair da nossa zona de conforto. Que bom que você gostou da dica.

      Beijos,

      28 de agosto de 2017 às 10:22 Responder
  • Pamela Mendes

    Eu assisti esse filme a pouco tempo e também gostei bastante dele! A história também me prendeu desde o início. Confesso que eu já imaginava que aquela Virgínia escondia algo, e desde o começo eu não confiava nela e nem entendia alguns dos questionamentos dela. Mas realmente não esperava aquele final, o filme me surpreendeu muito!
    Eu não conhecia esse ator João Vicente de Castro, mas eu acho o Mario Casas muito parecido com o Chris Wood (quando eu vi a imagem do filme até achei que fosse ele hahaha).
    Bjss ^^

    28 de agosto de 2017 às 00:48 Responder
    • Thaís Bueno

      Oi Pamela!

      O Chris Wood é muito lindo, não conhecia e acabei de ver a foto no Google! Bom saber que você também gostou do filme. Você foi melhor que eu porque não desconfiei de anda até o final.

      Beijos,

      28 de agosto de 2017 às 10:25 Responder
  • Isabela Carvalho

    Oi Thais 😉
    Um contratempo é um filme que eu não conhecia ainda, mas adorei sua indicação. Adoro filmes de suspense/mistério, então com certeza o filme já foi para a minha lista haha
    A trama me pareceu similar a de um filme que gostei bastante, o Seven – Sete Crimes Capitais, então só por isso já fiquei com muita vontade de ver!
    Como sou acostumada e gosto de ler livros e ver filmes policiais as vezes acho o final meio previsível, então que bom que o filme surpreende… me deixou mais curiosa ainda!
    Bjos

    31 de agosto de 2017 às 18:52 Responder
  • Deixe uma resposta