Siga nossas redes:

Young Adult

Resenha – Mosquitolândia

Publicado em 6 de dezembro de 2017
- Editoras, Intrínseca, Resenhas, Young Adult

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO para os amantes de leituras doces, leves e reflexivas, cheio de emoções e sementinhas felizes que viram árvores abastadas de frutos nos corações de quem lê. Para todas as idades e para todos os tipos de leitores.

Você já se sentiu carregado por suas emoções, como se não fosse dono delas e sim o inverso?

Neste livro, me encontrei nesta situação peculiar. Imaginei o autor David Arnold segurando tudo o que eu sentia e operando de uma centralzinha em que ele poderia controlar minhas emoções. Como um boneco vodu, só que sem mirar nas pernas, nos braços, e sim nas partes mais viscerais possíveis. Os olhos foram constantemente atingidos, porque chorei algumas deliciosas e inevitáveis vezes. Vou tentar lhes dizer o motivo.

Continue Lendo

Resenha – Menino de Ouro

Publicado em 14 de novembro de 2017
- Drama, Globo Livros, LGBT, Young Adult

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO a leitores que gostam de contemplar quanto o gênero é importante e quanto realmente influencia em quem somos e buscamos ser. Recomendado para quem não teme leituras fortes, que faz com que revejamos conceitos e soframos com sua perda e ressignificação, mas que, por isso, valem extremamente a pena.

A escuridão não é sequer a perda de visibilidade. É apenas uma mudança de cor, de tom. É a mesma coisa que o dia, com uma tonalidade diferente.

Max é um bom menino. Inteligente, bonito, um filho educado e um irmão dedicado, amigo gentil e rapaz responsável, galanteador e, mesmo aparentando ter uma vida perfeita, ele é um mistério. Tudo isso porque Max Walker tem um segredo. Esse é o tipo de pensamento e estrutura de história que você receberá nas primeiras vinte páginas. Poucos sabem desse segredo – os pais dele sabem; seu amigo e primo de consideração sabem. E é nesse momento, entre a página vinte e vinte e um, que você lembra daquela manchete no noticiário falando que as pessoas que sofrem abusos, na maior parte das vezes, são abusadas por alguém que conhecem, intimamente ou não.

Continue Lendo

Resenha – Inventei Você?

Publicado em 7 de novembro de 2017
- Drama, Romance, Verus, Young Adult

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO para leitores que gostam de se confrontar com visões novas e diferentes a respeito da vida e de todos os seus fatores. Um livro de reflexões mas cheio de risadas, romance e lágrimas, é uma leitura que surpreende por sua profundidade e excelência de escrita, surpresa muito bem vinda naqueles momentos em que temos muitos livros para ler e não conseguimos escolher um, por exemplo. (Essa leitora ávida e resenhista recomenda que vocês escolham esse aqui.)

O que vocês gostavam de fazer quando eram crianças? Quais eram suas brincadeiras preferidas? Eu, por exemplo, gostava muito de andar de bicicleta. E não apenas andar civilizadamente de bicicleta – eu adorava passar por buracos e obstáculos nas ruas de terra, de fazer de galhos e árvores e jardins países encantados que só eu pudesse atravessar. Por morar na capital de São Paulo na época, meus pais não deixavam que eu perambulasse de bike pela região perigosa, deixando minha querida bicicleta na cidadezinha pequena em que minha avó vive até hoje, Lambari, em Minas Gerais. Recordo-me de aguardar ansiosamente pelas férias – de aguardar ansiosamente pela chance de subir na bicicleta depois do café da manhã e só voltar para casa por volta de cinco horas da tarde. Continue Lendo

Resenha – Todo mundo vê formigas

Publicado em 11 de setembro de 2017
- Gutenberg, Resenhas, Young Adult

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA quem gosta de narrativas que misturam realidade e fantasia; para quem curte histórias que, através de muitas analogias, descascam o ser humano expondo todas as dores, angústias, inseguranças, gentileza, amor e esperança que cabem no peito. Ideal para ler no momento em buscamos uma narrativa que aborde temas difíceis como bullying, problemas familiares adolescência e relacionamentos interpessoais, tudo isso com uma escrita simples, fluida e divertida.

Quando a situação está difícil, o que você costuma fazer para lidar com tudo? Que mecanismos de defesa utiliza? A saber: mecanismos de defesas são, de acordo com a psicanálise, maneiras com as quais lidamos com situações que nos causam dor, angústia, sofrimento. São recursos que o ser humano encontra, de maneira consciente ou não, para lidar com tudo aquilo que aperta o peito. Exemplo? Tenho sim. Quando a gente come mais do que deve, ou gasta mais do que pode, para preencher aquele vazio existencial que nos incomoda. Ou quando a gente projeta no outro uma opinião ou sentimento que é na verdade nosso. Ou ainda, quando a gente sublima algo que considera ruim transformando em algo mais ‘socialmente aceito’, por assim dizer. Neste livro o protagonista também tem um mecanismo de defesa. Ele vê formigas.

‘Filho, você precisa dar um jeito de tirar isso daí’, ele diz e me cutuca gentilmente no coração. ‘Você não pode guardar tudo isso aí dentro.

Continue Lendo