Siga nossas redes:

Romance

Resenha – Zac e Mia

Publicado em 8 de maio de 2018
- Drama, Novo Conceito, Romance, Sick Lit

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA fãs de livros que nos mostram como é a convivência de sujeitos e familiares com doenças e a perspectiva de morte quando tudo o que se quer é ter esperanças. Com uma escrita profunda mas construída de forma leve e divertida, Zac e Mia é sensibilizador e tocante, para leitores jovens e adultos que sentem sem rodeios.

Sei que os botões de descarga duplos são bons porque são amigos da natureza e tudo o mais, mas, às vezes, são confusos. Aperto meia descarga ou descarga inteira? De vez em quando preciso de um botão intermediário.

Se, depois desta leitura, algo se fixara em minha mente, fora a sensação, mais do que o pensamento ou a certeza, de como a vida é extremista. Oito ou oitenta. Vida ou morte, flores ou navalhas. Por vezes, quis uma válvula de escape, uma opção C entre a A e a B, possibilidades essas que não existiam. Zac e Mia provam de sua intensidade enérgica por inteiro e, muitas vezes, eles não se saem tão bem. Há muitas recaídas. Pensamentos tão auto-destrutivos que são uma forma de câncer por si só, sempre se espalhando e trazendo as considerações boas para o seu lado agressivamente ameaçador.

Continue Lendo

Para Ficar de Olho – Warcross

Publicado em 26 de novembro de 2017
- Em Inglês, Ficção Científica, New Adult, Para ficar de olho, Romance, Thriller

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO àqueles leitores que gostam de futuros super tecnológicos e cheios de possibilidades que põe em cheque nossa moral e ética. Recomendado para quem quer uma leitura inédita, fluida e viciante, com muita representatividade e cheia de surpresas. É um livro para quem já conhece Marie Lu e quem nunca a viu antes. Com hackers, deep-web e jogadores profissionais, Warcross é diferente de tudo o que você já viu.

Estamos condenados a ser livres.

Vocês já ouviram falar de Jean-Paul Sartre? Não darei nenhuma aula de existencialismo por aqui, mas ele foi um grande filósofo que acreditava que o ser humano se define pelas escolhas que ele faz e não por características pré-definidas que lhe foram atribuídas, como por exemplo uma faca, que foi feita única e exclusivamente para cortar.

Continue Lendo

Resenha – Inventei Você?

Publicado em 7 de novembro de 2017
- Drama, Romance, Verus, Young Adult

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO para leitores que gostam de se confrontar com visões novas e diferentes a respeito da vida e de todos os seus fatores. Um livro de reflexões mas cheio de risadas, romance e lágrimas, é uma leitura que surpreende por sua profundidade e excelência de escrita, surpresa muito bem vinda naqueles momentos em que temos muitos livros para ler e não conseguimos escolher um, por exemplo. (Essa leitora ávida e resenhista recomenda que vocês escolham esse aqui.)

O que vocês gostavam de fazer quando eram crianças? Quais eram suas brincadeiras preferidas? Eu, por exemplo, gostava muito de andar de bicicleta. E não apenas andar civilizadamente de bicicleta – eu adorava passar por buracos e obstáculos nas ruas de terra, de fazer de galhos e árvores e jardins países encantados que só eu pudesse atravessar. Por morar na capital de São Paulo na época, meus pais não deixavam que eu perambulasse de bike pela região perigosa, deixando minha querida bicicleta na cidadezinha pequena em que minha avó vive até hoje, Lambari, em Minas Gerais. Recordo-me de aguardar ansiosamente pelas férias – de aguardar ansiosamente pela chance de subir na bicicleta depois do café da manhã e só voltar para casa por volta de cinco horas da tarde. Continue Lendo

Para Ficar de Olho – Everything Under The Sun

Publicado em 26 de outubro de 2017
- Distopia, E-book, Em Inglês, New Adult, Para ficar de olho, Romance, Suspense

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA  leitores que gostam de ser bombardeados com sentimentos controversos, fazendo suas emoções e pensamentos confundirem-se em reflexões sobre como vivemos e como queremos viver. Recomendado para quem gosta de romance e futuros distópicos em que a vilania humana ganha destaque e o todo o bem do mundo parece ter desaparecido, mas que, conforme os personagens evoluem, notam que as coisas não são tão preto no branco assim.

Nas noites mais frias e escuras, nas tardes mais ensolaradas e vivas, nos momentos de maior solidão que vocês já se encontraram, faça chuva ou faça sol, aí no fundo de seus corações… o que vocês acham que existe mais no mundo: a bondade… ou a maldade?

Distopia é, por definição, um local ou mundo imaginário em situações hipotéticas em que se vive momentos desesperadores, com excesso de opressão, seja ela de um líder, um parente ou relação, e também perdas em demasia – sejam perdas essas as vidas de pessoas queridas, perdas de características que são humanas, ou perdas de aspectos tão nossos que não podemos nos imaginar vivendo sem.

Continue Lendo