Siga nossas redes:

Planeta

Resenha – O trem dos órfãos

Publicado em 24 de maio de 2017
- Drama, E-book, Editoras, Planeta, Resenhas

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA quem busca uma história inspirada em fatos reais, para quem gosta de livros com uma carga dramática maior e que apresentam uma narrativa não linear. Para ler naqueles momentos em que buscamos algo mais denso, emocionante e triste.

O post de hoje é sobre minha última leitura, O trem dos órfãos. Escrito pela autora Christina Baker Kline e publicado no Brasil pela Editora Planeta, o livro chamou minha atenção principalmente por ter sua história baseada em acontecimentos reais.

Evento – Bate papo e Tarde de autógrafos com Nana Pauvolih

No último sábado aconteceu em Campinas um bate papo super bacana com a autora Nana Pauvolih. Responsável por movimentar o mercado nacional de literatura erótica, a autora lança pela Essência, selo da Editora Planeta, seu livro Pecadora; uma história polêmica que vem mexendo com a cabeça – e coração – das leitoras. Em um encontro que reuniu basicamente mulheres, o que reforça a ideia de que seus livros agradam por demais as leitoras, Nana Pauvolih falou sobre seu mais recente livro: como aconteceu o processo de escrita, as pesquisas necessárias para falar com tanta propriedade sobre um tema delicado e como conseguiu fazer isso com sensibilidade e assertividade, falou também sobre as possibilidades de escrever um pouco mais sobre personagens que ganharam o coração dos fãs desta história. Além disso, livros mais antigos e próximos lançamentos também tiveram seu momento. As fãs apaixonadas falaram sobre os personagens como se fossem amigos íntimos e queridos, e talvez o sejam mesmo.

Simpática, acolhedora e muito articulada, a autora conversou com leitoras antigas e novas com o mesmo carinho, sem distinções. Pecadora foi meu primeiro contato com sua escrita e juntando a surpresa positiva que essa leitura foi, ao fato de ter me encantado com o carisma e gentileza da Nana, minha vontade de conhecer seus outros trabalhos só aumentou. Se seus outros livros conseguirem me prender e emocionar como Pecadora fez, me tornarei Nanete de carteirinha.

E vocês, gostam de romance erótico? Já conhecem o trabalho da Nana Pauvolih ou têm curiosidade para ler algum de seus livros ou contos? Como disse, Pecadora me surpreendeu, e por isso não vejo a hora de trazer a resenha desta leitura aqui para o blog.

Outras fotos do evento: 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resenha – Outros jeitos de usar a boca

Publicado em 5 de maio de 2017
- Contos/Poesia, Planeta, Resenhas

INDICADO ESPECIALMENTE PARA quem gosta de contos, crônicas e poesias inspiradas na vida da mulher, suas dores, angústias e desenvolvimento emocional. Ideal para ler quando buscamos uma dose de inspiração e empoderamento, e para momentos em que queremos nos aproximar da poesia, mas com uma linguagem mais contemporânea e menos filosófica (aqui é tudo muito direto ao ponto) .

Olá, pessoal!

Hoje trago mais uma dica de livros de poemas. Quem nos visita aqui no blog deve ter percebido que de vez em quando trago uma dica desse estilo, isso porque sou uma apaixonada por poesia, crônicas, poemas, versos… Enfim, esse tipo de escrita, geralmente carregada de sentimento e significado. Tem gente que não gosta, talvez porque ainda hoje há uma ideia errônea de que este tipo de literatura, obrigatoriamente, deva apresentar uma escrita rebuscada, com versos misteriosos e de difícil compreensão. Bom, não é sempre assim. Outros jeitos de usar a boca é uma prova disso.

Continue Lendo

Resenha – Garota em pedaços

Publicado em 28 de abril de 2017
- Planeta, Resenhas, Young Adult

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA todos os leitores que buscam uma história real, forte, difícil de digerir, mas necessária para que haja uma maior compreensão acerca dos transtornos aqui abordados. Ideal para ler naquele momento em que podemos nos entregar à narrativa, de corpo, alma e coração; e permitir que ela nos transforme de maneira muito significativa. ATENÇÃO: pode disparar gatilhos em quem sofre de depressão ou enfrenta problemas relacionados a comportamentos auto lesivos.

Garota em pedaços é o meu tipo de livro. Adoro narrativas que abordam questões psicológicas, que me permitam ver transtornos mentais, emocionais ou de comportamento sob a perspectiva de quem vivencia tudo aquilo. Acredito que dessa forma a gente consegue, mesmo que de maneira superficial, ter uma dimensão do impacto que determinados acontecimentos podem ter na vida das pessoas. Este livro permite esse tipo de vivência ao nos contar a história de Charlotte Davis – ou Charlie – uma menina que sofre de transtorno de controle de impulso e que, por conta disso, se automutila.

Continue Lendo