Siga nossas redes:

Globo Alt

Resenha – A química que há entre nós

Publicado em 17 de julho de 2017
- Globo Alt, Resenhas, Young Adult

LIVRO INDICADO ESPECIALMENTE PARA: Fãs de literatura jovem em geral, leitores que gostam de narrativas sobre o primeiro amor e muitas referências musicais.

 

 

Olá pessoal!

A resenha de hoje é de A química que há entre nós, escrito por Krystal Sutherland e publicado por aqui pela Globo Alt, um livro que adorei ler. Eu me apaixonei pela capa assim que o livro foi lançado e fiquei muito curiosa ao ler a sinopse. No post de hoje conto para vocês como foi a minha leitura, vem conferir!

Continue Lendo

Resenha – O amor nos tempos do ouro

Publicado em 14 de julho de 2017
- Globo Alt, Resenhas, Romance Histórico

LIVRO INDICADO ESPECIALMENTE PARA: Fãs de romance histórico, apreciadores da história do Brasil, leitores que curtem uma narrativa mais descritiva. É um livro para ler sem pressa, aproveitando toda a pesquisa histórica realizada pela autora.

 

 

O amor nos tempos do ouro foi o primeiro livro de Marina Carvalho que li, assim como foi também o primeiro no estilo Romance Histórico, pelo que consigo recordar agora. Posso dizer que foi uma dupla surpresa. Ao iniciarmos o romance percebemos que a história de amor que se desenvolve entre os protagonistas, Cécile e Fernão, é apenas o plano de fundo para algo maior, mais profundo.

Continue Lendo

Resenha – Coração Perverso

Publicado em 19 de setembro de 2016
- Globo Alt, New Adult, Resenhas

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA quem está em busca de um romance fofo, divertido, com um toque certo de drama e sensualidade. A narrativa fluida e cativante permite que a obra seja lida em qualquer momento, mas pode ser ainda melhor aproveitada caso a leitura aconteça quando estamos em busca de algo leve, capaz de aquecer nosso coração e deixar um sorriso nos lábios.

Antes de tudo, preciso dizer que abandonei Minha Julieta. Não consegui progredir na leitura (embora tenha gostado bastante de Meu Romeu), porque a cada página eu era recebida com confusão, drama excessivo, confusão, mimimi, confusão, idas e voltas ao passado, mimimi e mais um pouco de confusão. Deu para perceber o quanto me senti cansada com a leitura? Não me sinto bem em confessar que abandonei um livro que queria demais ler, mas o fiz. E fiquei muito resistente em ler Coração perverso, porque tinha medo de me deparar com algo semelhante.

Continue Lendo