Siga nossas redes:

Resultado Top Comentarista de Dezembro

Publicado em 19 de setembro de 2018
- Top Comentarista

Oi, pessoal! Vamos fechar com esse top e seguir com a vida do blog?

Eu sei, quase quinze anos de atraso, mas quem está contando, não é mesmo? Mil perdões.

Peguei todos que se inscreveram no post e sorteei, o resultado está abaixo. Confesso que fiquei feliz, porque a ganhadora esteve por aqui desde o comecinho 😀

 

 

 

 

 

 

 

 

Ludy, parabéns! Ganhou um livro de sua escolha, até R$35,00 + um kit de papelaria. Pode enviar o nome do escolhido por email 😉

Resenha – Strange the Dreamer

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA amantes da fantasia, mas que gostam de uma pitada de romance. Para os sonhadores e para aqueles que gostam de se aventurar em mundos novos e diferentes, cheios de emoção, aventura e conflitos emocionais. Para quem gosta de personagens fortes e sonhadores, heróis que não são perfeitos e vilões que não são o que parecem ser. Para ler em momentos que uma narrativa complexa e emocionante se faz necessária.

Continue Lendo

Resenha – Recordando Anne Frank

Publicado em 22 de maio de 2018
- Clube do Livro, Editoras, Gutenberg, Não Ficção

LIVRO INDICADO ESPECIALMENTE PARA quem gosta de histórias reais, histórias sobre guerra e que se interessa por saber mais sobre nosso passado. Para ler naqueles momentos em que precisamos nos lembrar do que acontece quando a intolerância e a ignorância tomam o lugar do diálogo e dos argumentos. Livro discutido no Clube do Livro do Grupo Autêntica, no mês de Maio.

Continue Lendo

Resenha – Zac e Mia

Publicado em 8 de maio de 2018
- Drama, Novo Conceito, Romance, Sick Lit

LIVRO ESPECIALMENTE INDICADO PARA fãs de livros que nos mostram como é a convivência de sujeitos e familiares com doenças e a perspectiva de morte quando tudo o que se quer é ter esperanças. Com uma escrita profunda mas construída de forma leve e divertida, Zac e Mia é sensibilizador e tocante, para leitores jovens e adultos que sentem sem rodeios.

Sei que os botões de descarga duplos são bons porque são amigos da natureza e tudo o mais, mas, às vezes, são confusos. Aperto meia descarga ou descarga inteira? De vez em quando preciso de um botão intermediário.

Se, depois desta leitura, algo se fixara em minha mente, fora a sensação, mais do que o pensamento ou a certeza, de como a vida é extremista. Oito ou oitenta. Vida ou morte, flores ou navalhas. Por vezes, quis uma válvula de escape, uma opção C entre a A e a B, possibilidades essas que não existiam. Zac e Mia provam de sua intensidade enérgica por inteiro e, muitas vezes, eles não se saem tão bem. Há muitas recaídas. Pensamentos tão auto-destrutivos que são uma forma de câncer por si só, sempre se espalhando e trazendo as considerações boas para o seu lado agressivamente ameaçador.

Continue Lendo